Datena revela convite de Faustão para ser jurado do Dança dos Famosos

O apresentador do Domingão do Faustão está internado tratando uma infecção urinária.

0
Datena revela convite de Faustão
Reprodução: Band

Amigos de longa data, Datena revela convite de Faustão para ser jurado do Dança dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão. O apresentador mostrou áudios enviados pelo novo contratado na Band TV e explicou qual é o quadro de saúde do amigo.

Datena revela convite de Faustão

Na tarde desta quinta-feira (10), os espectadores foram informados que Fausto Silva não apresentaria o Domingão do Faustão deste domingo (13), pela primeira vez na história, por conta da saúde. O apresentador está internado tratando uma infecção urinária, mas, de acordo com Datena, está tudo bem. Primeiro, o comandante do Brasil Urgente mostrou o áudio com o convite e brincou: “É legal, mas eu duvido que a Globo deixe”. Depois, ele comentou sobre o apoio que recebeu do amigo após descobrir que José Luiz Datena Junior estava internado com Covid-19.

Ademais, Datena explica: “Ele não pode falar ao vivo devido ao contrato. Mas não é nada grave, ele tem uma infecção urinária e em um ou dois dias está de volta”. Por fim, ele explica que Faustão quer um reencontro entre os dois, para relembrar os tempos em que trabalhavam juntos, como repórteres esportivos. “A gente sempre se ajudava e contava com o auxílio dos técnicos de som, que sempre foram maravilhosos”, conta.

Datena ‘reclama’ de orações

Datena também confessou que se sente um pouco mal pelas orações que vem recebendo por seu filho, que segue internado. No entanto, ele explica o motivo: “As pessoas que passaram as mensagens ao meu filho, eu agradeço do fundo do coração. Que Deus lhe dê tudo em dobro aquilo que desejou para o meu filho e minha família. Mas eu, sinceramente, me sinto penalizado, às vezes. A gente tem porque meu filho está num dos melhores hospitais do Brasil, que é o Sírio-Libanês. Tem acesso a tudo no momento que ele quer, belos médicos e a chance dele sair dessa doença é muito maior do que as pessoas que às vezes não tem um leito para ficar, que nem tem acesso a oxigênio, que tá lá em aparelhos que podem falhar a qualquer momento”, lamenta o jornalista.

Por fim, ele assume: “Eu me sinto até envergonhado, apesar de pagar os meus impostos, de ser o mais honesto possível com o Estado. Eu também até os 43 anos fui bem pobre. Fui de classe média baixa, fui pobre mesmo. Quando garoto, era bem pobre. Então, até 43 anos, quando eu comecei a ganhar dinheiro, eu enfrentei dificuldades pra caramba e sei como é, mais ou menos, como é a vida”, esclarece.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.