Cruzeiro é punido com perda de um mando de campo por ato de racismo em jogo contra o Remo

Na oportunidade, o Cruzeiro perdeu por 3 a 1 e, ali, praticamente deu adeus ao sonho do acesso, fato consumado nas rodadas seguintes

0

As notícias ruins no Cruzeiro parecem não ter fim e, agora, envolvido em um lamentável episódio de racismo, o clube celeste foi punido nesta terça-feira (23) com multa de R$ 50 mil e a perda de mando de uma partida.

Isso porque, no jogo contra o Remo, na Arena Independência, já pelo segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro, um torcedor xingou o atacante Jefferson de ‘macaco’, em áudio captado pelo sistema do estádio.

Na oportunidade, o Cruzeiro perdeu por 3 a 1 e, ali, praticamente deu adeus ao sonho do acesso, fato consumado nas rodadas seguintes.

Mas, apesar da punição, o clube só vai pagar a pena no ano que vem e joga normalmente no Mineirão na quinta-feira (25), quando recebe o Náutico, em jogo de despedida da temporada 2021.

A decisão de punir o clube mineiro saiu no início desta tarde, em uma sessão virtual do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Agora, a penalização se torna parecida com a do Brusque, que na semana passada também foi condenado a multa de R$ 50 mil e perda de mando de campo na próxima temporada.

No entanto, os catarinenses haviam perdido três pontos inicialmente, mas depois recuperaram também em julgamento virtual.

Gancho

No julgamento desta terça (23), o atacante Vitor Leque também foi punido e vai ser suspenso por quatro partidas, sendo que uma delas ele já cumpriu.

Logo, ainda terá que cumprir mais uma nesta última rodada da Série B e, no ano que vem, terá que cumprir mais dois jogos, independentemente de estar no Cruzeiro ou não.

Ele havia sido expulso neste mesmo jogo contra o Remo, por uma reclamação mais áspera contra a arbitragem, que relatou o caso na súmula.

Atualmente, no ano de seu Centenário, o time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo já não tem mais nenhuma chance de acesso e, desse modo, vai disputar a Série B do ano que vem pelo terceiro ano consecutivo.

Leia também: Comissão aprova pagamento de décimo terceiro para benefícios sociais em dezembro

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.