Criança cai em cisterna ao procurar pipa

Por sorte, mesmo o poço tendo aproximadamente seis metros de profundidade, a criança não teve ferimentos graves

0

A corrida para pegar uma pipa quase acabou em tragédia na cidade de Luziânia (GO). Isso porque um menino de 8 anos caiu dentro de uma cisterna ao entrar em um lote baldio para pegar o brinquedo. Por sorte, mesmo o poço tendo aproximadamente seis metros de profundidade, a criança não teve ferimentos graves.

Leia também: Homem rouba salário de mulher enquanto ela esperava o ônibus em MS

O fato aconteceu na noite de ontem, quinta-feira (07). De acordo com os profissionais do Corpo de Bombeiros, a mãe do menino foi quem entrou em contato com a corporação informando que havia encontrado o filho dentro do buraco.

Criança cai em cisterna ao procurar pipa
Por sorte, mesmo o poço tendo aproximadamente seis metros de profundidade, a criança não teve ferimentos graves. (Foto: reprodução)

“Ela relatou que o filho saiu de casa para brincar de pipa na rua próximo de casa. Como ele estava demorando demais para voltar, ela saiu à procura dele. Ao entrar em um terreno baldio ela ouviu os gritos de socorro”, disse o cabo Matheus Zaki em entrevista a um telejornal local da rede “Record”.

De acordo com Matheus Zaki, assim que a equipe chegou no local, com equipamentos de rapel, um militar desceu até onde o menino estava. “A criança estava bastante molhada, mas ela conseguiu ficar em cima de uma manilha, onde não tinha água. Depois de constatar que ela estava bem, o içamento foi feito”, completou o cabo do Corpo de Bombeiros.

Após ser resgatado e receber os primeiros atendimentos no local, o menino foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento de Luziânia (UPA). O garoto passou por exames e, segundo a unidade, não teve ferimentos graves. Após ser avaliado, o menino foi liberado.

Local perigoso 

Em nota, o Corpo de Bombeiros afirmou que o local está mal sinalizado e não há segurança, facilitando a entrada de crianças. Além disso, relata a entidade, o mato está alto, o que dificulta a visualização, possibilitando que outros acidentes como esse aconteçam muito em breve.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.