Covid-19: Polícia deflagra operação contra empresários e funcionários públicos suspeitos de furarem fila da vacinação

Segundo as investigações, esses indivíduos teriam dito que exerciam funções relacionadas à saúde a fim de receberem a vacina cotra a Covid-19.

4

A Polícia Civil deflagrou, nesta sexta-feira (16), uma operação a fim de investigar casos de pessoas que furaram a fila da vacinação contra a Covid-19 nas cidades de Rubiataba e Ceres, ambas no estado de Goiás.

PF deflagra ações simultâneas para combater fraudes ao auxílio emergencial

De acordo com a entidade, ao todo, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensões contra empresários e funcionários públicos suspeitos de apresentarem declarações falsas e se passarem por profissionais da saúde para conseguirem a imunização.

Segundo as investigações, esses indivíduos teriam dito que exerciam funções de recepcionistas e auxiliar de serviços gerais em clínicas, farmácias e consultórios odontológicos, com o intuito de serem vacinados como profissionais que atuam na área da saúde. No entanto, eles atuam em funções que nada tem a ver com a área em questão.

vacina
Segundo as investigações, esses indivíduos teriam dito que exerciam funções relacionadas à saúde a fim de receberem a vacina contra a Covid-19. (Foto: reprodução)

Em nota, a polícia relatou que, entre os investigados está uma engenheira civil que recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 porque se declarou como recepcionista de uma clínica odontológica.

Além disso, a corporação também informou que foi registrado uma anotação de responsabilidade técnica na inscrição profissional da suspeita quatro dias antes da declaração, pressupondo que a investigada exercia, de fato, a função de engenheira quando se declarou recepcionista da clínica.

Os investigados são suspeitos de praticarem os crimes de falsidade ideológica e infração de medida sanitária preventiva, delitos cujas penas somadas podem ultrapassar quatro anos de prisão, além de multa, que não teve valor divulgado. A polícia não divulgou quantas doses de vacinas teriam sido desviadas para o grupo investigado.

Além das vacinas

Durante a operação, intitulada de ‘Falsa Modéstia’, os agentes acabaram apreendendo duas espingardas, uma pistola calibre 635, munições de diversos calibres e diversos documentos e objetos, que serão analisados pela investigação.

Leia também: Covid-19: crianças e até gestante receberam a vacina por engano

Leia Também:

4 Comentários
  1. […] Covid-19: Polícia deflagra operação contra empresários e funcionários públicos suspeitos de fu… […]

  2. […] Leia também: Covid-19: Polícia deflagra operação contra empresários e funcionários públicos suspeitos de fu… […]

  3. […] Leia também: Covid-19: Polícia deflagra operação contra empresários e funcionários públicos suspeitos de fu… […]

  4. […] Leia também: Covid-19: Polícia deflagra operação contra empresários e funcionários públicos suspeitos de fu… […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.