Covid-19: PF investiga fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos

Os suspeitos são investigados por fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos destinados ao combate à Covid-19

0

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (08), uma operação visando desarticular uma associação criminosa formada por ex-servidores públicos e representantes de empresas, investigados por fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos destinados ao combate à pandemia da Covid-19 em São Luís, no Maranhão.

PF deflagra operação no Amazonas

De acordo com a PF, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e cinco mandados de constrição patrimonial. Além disso, informou a entidade, os investigados também foram alvos de medidas cautelares diversas da prisão.

“Os suspeitos foram proibidos de contratação com o Poder Público, proibição de acesso à Secretaria Municipal de Saúde e proibição de manter contato uns com os outros”, afirmou a PF, que contou com 20 policiais federais para cumprir as ordens, expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís.

PF investiga licitação de 2020

Ainda segundo a PF, a investigação tem por objeto uma licitação celebrada no mês de abril de 2020 pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís. Na ocasião, o processo foi destinado à aquisição de 20 mil máscaras do modelo FPP2, no valor total de R$ 718 mil.

“Os elementos colhidos durante a investigação revelaram que funcionários da antiga gestão da Secretaria de Saúde, em conluio com empresários, fraudaram o contrato, montando o processo de contratação e elevando arbitrariamente os preços”, detalhou a entidade.

Caso sejam confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação, superfaturamento e associação criminosa. Por fim, e entidade revelou que a operação foi denominada de “Tempo Real”.

O nome da ação 

“A nomeação acontece por conta de uma alusão à expressão utilizada por um dos investigados em depoimento, ocasião em que afirmou que o líder da organização criminosa tinha informação em tempo real de todas as aquisições fraudadas pela antiga gestão da Secretaria Municipal de Saúde e pelos fornecedores”, concluiu em nota a PF.

Leia também: Adolescente é apreendido com arma alemã usada na Segunda Guerra Mundial

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.