Covid-19: Itália planeja reabertura do turismo na 2ª metade de maio

País lançará certificado de viagem para liberar entrada de viajantes imunizados

0

O primeiro-ministro da Itália, Mário Draghi, anunciou que o país lançará um certificado de viagem para permitir a abertura do turismo para pessoas vacinadas contra Covid-19 na segunda metade do mês de maio.

Não foram dados maiores detalhes sobre a iniciativa para a retomada do turismo no país, entretanto, o tema é debatido desde abril no governo italiano. O plano é liberar a entrada de turistas vacinados contra Covid-19, que comprovem estar curados ou que apresentem teste negativo para a doença.

“Precisamos oferecer regras claras e simples para garantir que os turistas possam vir em segurança. A partir da segunda metade de junho, estará pronto o passe verde europeu. Enquanto isso, o governo italiano introduziu um passe verde nacional que entrará em vigor a partir da segunda metade de maio”, afirmou Draghi em uma cúpula dos ministros do Turismo do G20, órgão presidido pela Itália em 2021.

“O mundo quer viajar para a Itália, a pandemia nos obrigou a fechar, mas a Itália está pronta a dar novamente as boas-vindas ao mundo”, completou o premiê italiano.

Passaporte para turistas que viajam à Itália durante a pandemia de Covid-19

O “passaporte sanitário” da União Europeia está previsto para entrar em vigor antes do verão europeu, que começa no dia 21 de junho. A Itália deve ser um dos países que irão testar o novo documento, que prevê a autorização de viagem apenas para turistas vacinados, curados ou testados para a covid-19.

“Não duvido que o turismo voltará a ser forte na Itália e mais forte do que antes”, afirmou Mário Draghi em coletiva de imprensa após reunião de ministros do Turismo do G20.

No total, a Itália registrou 121.738 mortes por Covid-19, contabilizando 4.059.821 de diagnósticos positivos, segundo dados da Universidade John Hopkins. Já em relação à vacinação, foram aplicadas 6,38 milhões de doses no país, que imunizou 10,6% da população até o momento.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.