Corpo e destroços são encontrados no mar onde avião caiu em Ubatuba

Ao todo, segundo as informações, haviam três pessoas no avião bimotor: o piloto, o copiloto e mais uma terceira pessoa.

0

As buscas pelas pessoas que caíram de um avião bimotor em Ubatuba, no litoral de São Paulo, na quarta-feira (24), continuarão ao longo desta sexta-feira (26), informou em nota a Força Aérea Brasileira (FAB), na qual revelou que, na quinta (25), foram encontrados destroços da aeronave e também um corpo, que muito provavelmente é de um dos três tripulantes do veículo.

“Localizaram o corpo de uma vítima não identificada na área de busca, provavelmente do acidente envolvendo a aeronave de prefixo PP-WRS, que se encontrava desaparecida no litoral do estado do Rio de Janeiro”, informou o comunicado.

Até o momento, ainda não se sabe de quem era o corpo, apenas que a vítima foi resgatada por uma equipe em um helicóptero da FAB, que transportou a pessoa até a Base Aérea de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde foi entregue a órgãos competentes.

Avião desaparecido

Assim como publicou o Brasil 123, o avião bimotor caiu próximo da cidade de Ubatubano litoral de São Paulo e de Paraty, no Rio de Janeiro. De acordo com as informações, a aeronave caiu no mar por volta das 21h.

Ao todo, haviam três pessoas no avião bimotor: o piloto, Gustavo Carneiro, de idade não revelada, o copiloto, José Porfírio de Brito, de 20 anos, e mais uma terceira pessoa.

Juntos, eles haviam saído da cidade de Campinas, no interior de São Paulo, cerca de 30 minutos antes de sumir. O destino final do bimotor seria o aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, às 21h30, mas ele acabou caindo no meio do trajeto.

De acordo com as informações, haviam três pessoas no avião bimotor, que saiu de Campinas e tinha o Rio de Janeiro como destino final.
Ao todo, segundo as informações, haviam três pessoas no avião bimotor: o piloto, o copiloto e mais uma terceira pessoa. (Foto: reprodução)

Em nota, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro relatou que foi acionado às 23h46 de quarta-feira sobre a queda de uma aeronave em mar aberto. Por conta disso, foi montada uma força-tarefa pelo Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico (Salvaero) em conjunto com a Marinha, Capitania dos Portos e Defesa Civil para tentar encontrar o veículo e as vítimas.

Além do Corpo de Bombeiros do Rio, o de São Paulo também mobilizou uma embarcação e quatro homens do Grupamento da corporação partiram para auxiliar nas buscas, que se estenderam pela quinta e continuam nesta sexta-feira.

Leia também: Mochileira fica em “choque” após descobrir morte do namorado em acidente em MS

5/5 - (2 votes)

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.