Coronavírus: Hospital Vera Cruz perde paciente idoso que tinha se dado alta

Com 64 anos, ele fugiu porque não gostou do tratamento contra a doença

0

Ontem (8), um homem de 64 anos, que estava internado em um hospital mineiro em tratamento contra o coronavírus, resolveu ir embora sozinho da unidade médica, mesmo sem ter alta.

De acordo com os relatos, ele não gostou do Hospital Vera Cruz e nem do tipo de tratamento, mas não há detalhes se o que o desagradou foi a medicação ou a forma como os profissionais de saúde estavam conduzindo os cuidados ministrados.

O fato é que homem conseguiu sair do hospital e foi localizado ontem mesmo, retornando ao hospital mineiro. Porém, a polícia militar só pode localizar o homem por causa de algumas denúncias recebidas. Infelizmente, o tempo em que ele ficou fora do hospital prejudicou bastante o seu prognóstico e ele veio a óbito no mesmo dia.

Não se tem informações referentes a comorbidades que esse paciente tinha e porque o seu prognóstico piorou tanto em apenas algumas horas. No entanto, sabe-se que o agravamento do desconforto respiratório, por exemplo, pode mesmo ocorrer de uma hora para outra.

Paciente pode solicitar troca do tratamento para COVID-19 no hospital?

Em alguns casos, o paciente que precisa de internação devido ao coronavírus não está em condições para fazer solicitações com relação ao tratamento. Contudo, se ele estiver lúcido o suficiente, pode solicitar que não seja ministrado determinado remédio, como a cloroquina.

Apesar de o Ministério da Saúde incluir a cloroquina e a hidroxicloroquina como parte do protocolo de tratamento da COVID-19, muitos pacientes não querem tomar essa medicação devido aos perigosos efeitos colaterais e, se houver condições, pode-se pedir ao médico que se use outro medicamento.

Caso o paciente esteja entubado ou inconsciente, os familiares também podem fazer esse pedido à equipe médica.

Geralmente, as exigências com relação ao tipo de medicamento ministrado vêm mais de pacientes que não estão em estado grave e não necessitam de internação. Nesses casos, eles têm mais condições de questionar o tratamento que está sendo recomendado para seu quadro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.