Copa do Brasil ou Copa do Nordeste? Domínio nordestino nas oitavas

Dos 15 clubes já classificados, 6 deles são da região Nordeste na competição

0

Os times do Nordeste se tornaram uma atração à parte na terceira fase da Copa do Brasil, surpreendendo favoritos e avançando às oitavas de final.

Para se ter uma ideia, dos 15 times já classificados, seis deles são nordestinos, ou seja, a maioria até agora.

Depois, aparecem cinco representantes do Sudeste, três da região Sul e um outro da região Centro-Oeste.

Ainda resta mais uma vaga, entre Flamengo e Coritiba, um representante do Sudeste e outro da região Sul.

Um dos confrontos da terceira fase foi um clássico entre Fortaleza e Ceará, onde o Leão levou a melhor sobre o Vozão e garantiu a vaga nas oitavas de final.

Somando todos os times da região Nordeste e considerando a premiação oferecida pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para quem passa para a próxima fase, a região já acumulou R$ 16,2 milhões só para os clubes que estão nas oitavas de final.

Outros classificados

Na terceira fase da Copa do Brasil, os clubes nordestinos foram gigantes. A começar pelo CRB, que eliminou o Palmeiras.

O time que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro perdeu o jogo de ida, em casa, por 1 a 0.

Porém, em São Paulo, venceu por 1 a 0 e depois faturou a vaga sobre o milionário e atual campeão Verdão nos pênaltis.

Outro que mostrou força foi o Vitória, que também conseguiu reverter uma vantagem do adversário.

Em casa, na ida, perdeu para o Internacional por 1 a 0, em outro confronto de um time da Série B contra outro da Série A.

Mas, na volta, com a estreia do técnico Ramón Menezes, venceu por 3 a 1, dentro do Beira-Rio, com autoridade, e avançou na competição.

O Bahia, que está na Série A e encarou o Vila Nova da Série B, confirmou o favoritismo e venceu os dois jogos por 1 a 0, garantindo ainda os R$ 2,7 milhões em premiação.

O ABC de Natal, que está na Série D do Brasileirão, eliminou a Chapecoense, time da Série A, também revertendo desvantagem.

Na ida, em Chapecó, o time potiguar perdeu por 3 a 1. Mas, em casa, se impôs e venceu por 3 a 0.

Por fim, o Juazeiro, também da Série D, aprontou para cima do Cruzeiro, um gigante do futebol brasileiro que está na Série S.

A equipe baiana perdeu em Minas por 1 a 0 e, em casa, na volta, devolveu o placar e avançou nos pênaltis.

Leia também: Inter sofre 10 gols em quatro jogos e Ramírez deve ser demitido

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.