Confronto com a polícia deixa oito suspeitos mortos

De acordo com as informações, todas os mortos são supostos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC)

0

Um confronto entre policiais e suspeitos de integrarem uma facção criminosa acabou com oito mortes. De acordo com as informações, todas os mortos são supostos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). O fato aconteceu na noite de ontem, segunda-feira (11), em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Leia também: Polícia prende bombeiro suspeito de atropelar e matar ciclista no RJ

A Polícia Civil recebeu informações de que bandidos do PCC estariam escondidos em uma residência da cidade e foi ao local. Chegando lá, os agentes se depararam com homens, que receberam os policiais a tiros. Neste momento, houve confronto e seis suspeitos morreram no local enquanto os outros dois conseguiram fugir.

De acordo com a Polícia Civil, o confronto, além de envolver os agentes da entidade, contou com a participação de profissionais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestro (Garras), que avisaram militares do Departamento de Operações da Fronteira (DOF) sobre a fuga de dois suspeitos.

Depois de acionados, os agentes do DOF localizaram os dois bandidos que tinham fugido, havendo uma troca de tiros e um criminoso morreu. A última vítima morreu após entrar em confronto com militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Além do confronto

Além da morte dos oito suspeitos, a operação resultou na apreensão de sete armas – sendo dois fuzis e cinco pistolas. Além disso, os agentes capturaram três carros, um deles é blindado.

Confronto com a polícia deixa oito suspeitos mortos
Além da morte dos oito suspeitos, a operação resultou na apreensão de armas e até carros. (Foto: reprodução/ Polícia Civil)

Agora, a polícia trabalha a fim de identificar os mortos, visto que os investigadores suspeitam que alguns estariam usando documentos falsos.  Até o momento, somente um deles foi identificado: um brasileiro de 23 anos.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.