Conexão de Internet distribuída por balões: como elas estão permitindo que quenianos naveguem em rede

Responsável é a empresa Loon

0

A maioria das pessoas, quando pensa em conexão de Internet, pensa em um roteador ou um modem. Para a sua distribuição, o meio mais comum é a torre, mas a Loon tem utilizado balões de tamanho imenso para que pessoas no Quênia possam receber sinal e navegar na Internet.

Os balões em questão são controlados em terra, por especialistas que manobram o software que está instalado em cada um deles. O material usado na sua fabricação é o polietileno e eles têm autonomia para ficar no ar distribuindo Internet por mais de três meses. Porém, eles não se estragam depois disso: eles simplesmente necessitam de uma manutenção e podem voltar ao ar.

A Loon declarou que os próprios balões podem mudar de posição se perceberem que há demanda de conexão não atendida. Vale dizer que eles não oferecem nenhum risco de segurança porque eles não ficam próximos a aviões comerciais, havendo uma faixa de sobrevoo diferente para cada um.

Futuramente, a Loon tem a intenção de instalar mais desses balões de distribuição de Internet em locais que tenham conectividade reduzida e um dos possíveis alvos é a floresta do Peru.

Por outro lado, é bastante difícil que essa tecnologia seja usada no Brasil um dia porque aqui existem muitas antenas de Internet, apear de ser necessário que ainda mais sejam instaladas e melhor distribuídas.

Para quem acha que a Internet que é fornecida pelos balões da Loon não e tão potente porque não é fornecida por uma torre de transmissão, isso é um engano. Foram realizados testes sobre quão rápido é o download e o upload e as velocidades obtidas foram 18,9 MBPS e 4,74 MBPS, respectivamente.

Isso significa que os usuários baixam conteúdos com muito mais velocidade do que os enviam para a Internet (caso de carregar uma foto em rede social, por exemplo).

Não há informações sobre quanto a Loon gasta para criar cada um dos balões de distribuição de Internet, que equivalem a uma quadra de tênis.

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.