Como separar o lucro da empresa do pessoal: Confira algumas dicas

0

Você sabe como separar o lucro da empresa, com o seu dinheiro pessoal? Embora para algumas pessoas seja algo muito simples, para novos empreendedores e quem está começando a montar o próprio negócio, essa separação pode ser um tanto complexa.

Leia mais: Dicas de finanças para a sua empresa – Parte 01

A falta de gestão e o não saber como administrar o dinheiro, pode prejudicar as finanças, tanto pessoais, quanto da empresa. Por isso, para quem possui essa dificuldade, existem algumas dicas bem simples, para serem colocadas em prática e salvar desde já o seu empreendimento.

1. Tenha contas separadas

Para evitar a confusão com as despesas, crie uma conta corrente a parte para a empresa. Grandes empresários mantêm suas despesas separadas do lucro da empresa, para evitar a falta de recursos que são necessários para pagar as principais despesas básicas, como a compra de insumos, ou pagamento de mão de obra. Sem contar que manter o dinheiro da empresa na mesma conta pode dificultar a análise e gerenciamento das receitas.

2. Defina a retirada mensal

Mantenha-se atento no momento de fazer o caixa da empresa, e defina quais serão suas retiradas ao longo do mês. Isso facilita a não tocar no lucro da empresa, principalmente se você definir apenas um dia do mês para fazer isso. No começo, atente-se a retirar apenas o suficiente para a sua manutenção de vida pessoal, pelo menos até que o lucro aumentar, e puder se pagar um salário melhor.

3. Acompanhe o fluxo de caixa

Um ponto muito importante sobre o fluxo de caixa, é ter uma estratégia definida, sobre o quanto pode ser retirado para cobrir despesas. Além disso, o gerenciamento e acompanhamento da gestão do fluxo de caixa, é fundamental para manter a saúde financeira da empresa em ordem.

4. Não pague contas pessoas com o lucro da empresa

Esse é uma dica que deve ser regra, não se deve misturar as despesas. Quando definir a sua retirada mensal, seus gastos devem estar inclusos dentro desse valor, isso é essencial para manter o fluxo de caixa para o necessário, mantendo as finanças em dia.

5. Use a tecnologia a seu favor

Existe uma série de aplicativos e sistemas que facilitam o gerenciamento do lucro da empresa, assim como a organização financeira de pessoa física. Se a dúvida é se vale a pena investir em algum software ou aplicativo desse tipo, a resposta é sim. Além da tecnologia ajudar com a organização das finanças, elas também são ótimas ferramentas que permitem que você gaste menos tempo, controlando gastos e receitas.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.