Com atrasos, trabalhadores da cultura temem apagão em 2021

Mais de 200 projetos estão esperando por uma assinatura do Governo Federal. Trabalhadores da cultura estão preocupados

1

Trabalhadores da cultura do Brasil estão preocupados neste exato momento. Isso não é nenhuma novidade já que estamos no meio de uma pandemia que já matou mais de 180 mil pessoas e fechou diversos negócios. Mas esses trabalhadores possuem ainda uma outra preocupação.

E essa preocupação aponta para o ano de 2021. É que esses empregados estão temendo um apagão. Tudo porque o prazo para aprovação de contratos da Lei de Incentivo à Cultura está a dias de acabar. O prazo acaba no dia 30 de dezembro.

Caso a aprovação não aconteça, esses contratos podem simplesmente expirar. Assim, os acordos que já passaram por um acerto não iriam mais acontecer. São peças de teatro, espetáculo de dança e de artes visuais, por exemplo. Todos esperam por essa aprovação.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, mais de 200 projetos estão esperando a aprovação. Todos esses projetos estão na mesa do André Porciúncula. Ele é quem tem o poder de dar essa liberação. Ele é capitão da Polícia Militar.

Sem essas assinaturas, esses projetos não ganham o dinheiro do Governo. E aí há uma quebra de ciclo. É que parte dos lucros desses eventos voltam para o Governo, que usa o dinheiro para financiar novos projetos. É um ciclo que os produtores costumam chamar de cultura alimentando cultura.

Cultura em cheque

O apagão, aliás, já chegou no site oficial da Lei de Incentivo à Cultura. É que ao abrir você percebe que eles ainda vinculam o setor ao Ministério da Cidadania. Mas essa lei agora está sob os braços do Ministério do Turismo. Pelo menos é assim desde maio.

Nossa equipe procurou a Secretaria Especial da Cultura mas não obteve nenhuma resposta. Há alguns meses a Secretaria afirmou que os projetos estão demorando porque “existe uma série de irregularidades de gestões anteriores nesse sentido”.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.