Cirurgias íntimas crescem entre as brasileiras

Procedimento como a ninfoplastia é um dos mais solicitados

0
Banco de Imagens: Unsplash

Não são apenas os implantes de silicone e a rinoplastia, que fazem sucesso entre as brasileiras, as cirurgias íntimas vêm crescendo no país, inclusive, o Brasil já foi líder no ranking de plásticas nesta região no ano de 2017.

Insatisfações estéticas e até por questões funcionais, devido ao desconforto propiciado por determinada característica da região íntima, acabam sendo os motivos mais recorrentes para essas mulheres se submeterem a este tipo de intervenção.

Geralmente, a hipertrofia dos lábios da vulva é uma dessas peculiaridades, que eleva a procura pela ninfoplastia, ou labioplastia, como também é conhecida.

Além da ninfoplastia, há outras cirurgias íntimas como a lipoaspiração no monte de vênus, enxerto de volume nos grandes lábios, reconstrução do períneo e do hímen, inclusive, plástica na região do clitóris, que exige muita cautela, visto a sensibilidade da região.

Veja também: Síndrome de Fournier: Mau cheiro e escurecimento da região íntima são alguns sintomas

Como é feita a ninfoplastia?

A redução da região hipertrofiada dos pequenos lábios vaginais é extremamente rápida, levando de 45 a 60 minutos.

Feita em ambulatório, a ninfoplastia pode ser realizada sob anestesia local ou raquianestesia.

Durante o procedimento o cirurgião plástico remove o excesso de tecido dos pequenos lábios e costura suas bordas, sem deixar cicatriz. Além disso, em técnicas mais modernas, nem os pontos precisam ser removidos, já que a cirurgia acaba sendo feita com fios absorvíveis pelo organismo.

O período de recuperação leva entre 40 a 45 dias, portanto, é necessário que a mulher não pratique exercícios físicos ou mantenha relações sexuais durante este período. Apesar disso, as atividades profissionais podem seguir após 10 dias de cirurgia.

Pode haver dor, inchaço e marcas avermelhadas ou arroxeadas no local, entretanto, segundo os especialistas estas alterações já são esperadas. Para lidar com o desconforto, medicações, pomadas, repouso e sessões de drenagem linfática são recomendadas.

Aplicar compressas de gelo também pode ajudar a aliviar a dor, entretanto, todo cuidado com a higiene no local, a fim de evitar infecções deve ser redobrado. A lavagem deve ser feita com água ou soro fisiológico, após cada micção ou defecação.

Outro método para realizar a ninfoplastia, que acaba tendo a recuperação mais rápida é a através da cirurgia a laser.

Vale destacar, que tanto o procedimento a laser, quanto o convencional são contraindicados para menores de 18 anos, inclusive, em mulheres que sofrem de diabetes descontrolada, hipertensão ou insuficiência cardíaca.

Benefícios da ninfoplastia

Banco de Imagens: Unsplash

Entre os benefícios da redução dos pequenos lábios vaginais, os especialistas destacam:

  • Aumento da autoestima
  • Prevenção de infecções
  • Melhora do desempenho sexual
  • Redução de odores
  • Menos sensibilidade ao vestir roupas justas ou andar de bicicleta

Apesar dos benefícios, os cirurgiões orientam cautela na decisão em realizar a ninfoplastia, já que não existe tamanho ou formato padrão para os lábios, inclusive, fantasiar a perfeição pode gerar frustrações.

Leia também: Cirurgias de explante de próteses mamárias têm aumento no Brasil

 

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.