Ciro terá vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, como vice

0

Nesta sexta-feira (5), o Partido Democrático Trabalhista (PDT) definiu o nome para ocupar a vaga de vice na chapa de Ciro Gomes na disputa pela presidência da República. Ana Paula Matos, atual vice-prefeita de Salvador, também do partido, irá compor a chapa, formando assim, uma chapa pura, ou seja, formada por pessoas de um mesmo partido.

Embora tenha tentado atrair aliados para a chapa, Ciro não obteve sucesso e repetiu o modelo da última candidatura, quando também escolheu uma mulher para vice. Na época, ele escolheu a companheira de chapa Kátia Abreu, outrora do PDT e agora filiada ao Progressistas.

De acordo com comunicado fornecido à página de notícias UOL, o PDT afirmou que Ana Paula possui “grande experiência na gestão pública” e “contribuirá com a coordenação do plano de governo”, além de possuir “papel fundamental” no projeto que o próprio partido possui para o país.

Nesse sentido, a escolha de Ana Paula Matos para compor a chapa de Ciro foi feita durante uma reunião da Executiva do partido, realizada na manhã desta sexta-feira, em Brasília. A escolha vai de encontro com as pretensões de Ciro, dado que, na convenção do PDT realizada em 20 de julho, ele afirmou que “se dependesse” dele, teria uma mulher como companheira de chapa.

Perfil de Ana Paula, vice de Ciro

Ana Paula Matos é advogada, professora, pós-graduada em finanças e com mestrado em administração, além de ser concursada da Petrobras. Sua trajetória na gestão municipal iniciou quando se tornou diretora-geral de Educação, em 2013. Antes de se tornar vice-prefeita de Salvador, em 2020, ela foi chefe de gabinete da vice-prefeitura.

Além disso, um dos fatores que pesou para a escolha de Ana Paula é o fato de ela possuir histórico na militância de pautas raciais e de combate à miséria no Brasil. Entre os nomes cotados, Ana Paula era a única mulher negra e possui grande proximidade com o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União), líder nas pesquisas para o governo da Bahia, o que pode trazer palanque para Ciro no estado.

O nome da senadora Leila Barros (PDT-DF) também chegou a ser ventilado para ser a vice de Ciro, contudo, o PDT descartou e confirmou seu nome como candidata na disputa pelo governo do Distrito Federal.

PDT confirma candidato ao governo de SP

O PDT também realizou a homologação do nome do ex-prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar, para a disputa pelo Governo de São Paulo. Também foi anunciado o nome de Gleides Sodré como vice da chapa que concorrerá ao Palácio dos Bandeirantes. Gleides já havia sido candidata pelo partido nas eleições de 2018.

Nesse sentido, a candidatura de Elvis pelo PDT se deu pelo da legenda ter desistido de apoiar a reeleição de Rodrigo Garcia (PSDB). A ideia era apoiar Rodrigo para viabilizar um palanque de Ciro Gomes no maior colégio eleitoral do país.

Atualmente, Elvis possui 1% das intenções de voto e a corrida pelo cargo de governador de São Paulo é liderada por Fernando Haddad (PT), com 33%, seguido por Tarcísio Freitas (Republicanos), com 20%, e Rodrigo Garcia, com 19%. Com isso, o partido de Ciro terá trabalho para formar palanque no estado.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.