Cineasta José Padilha lamenta ter apoiado Sérgio Moro: “Fui um idiota”

O diretor retratou Sérgio como 'herói' na série 'Mecanismo (2018)' da Netflix

0

O cineasta José Padilha não esconde mais seu desgosto por ter representado Sérgio Moro como um herói na série ‘Mecanismo’, de 2018, na Netflix. Em entrevista à revista Veja, nesta sexta-feira (27), ele diz que foi ingênuo por não pesquisar mais sobre a vida e carreira do ex-juiz.

Luciana Gimenez planeja novos rumos para a carreira: “Quero muito fazer cinema”

“Se eu fosse refazer O Mecanismo, não ia ter herói nenhum. Ia ter só bandido dos dois lados. Um lado roubando os cofres públicos, o outro deturpando as leis processuais para atingir objetivos, que depois viraram objetivos políticos, sim. Ficou bem claro que teve uma perseguição. Não estou dizendo que o Lula não sabia da corrupção. Evidente que sabia. Mas ficou óbvio que houve uma exacerbação dos casos contra o Lula para tirá-lo da eleição. Se refizesse O Mecanismo, não é que o PT seria melhor, é que seria tudo ruim. O PT, o Ministério Público, o Sergio Moro. Estava tudo errado ali”, pontuou o produtor.

José Padilha lamenta que Moro tenha escolhido se afiliar à Bolsonaro, afirmando que foi “ingênuo” por cair nessa farsa do ex-político: “O cara se associou aos milicianos, aos mafiosos, é inacreditável essa trajetória. Realmente, eu fui um idiota de ter acreditado em Sergio Moro”.

Diretor e Wagner Moura se desentenderam por política

José Padilha e Wagner Moura – que busca uma carreira no exterior – eram grandes amigos e colaboraram em diversos filmes juntos, inclusive ‘Tropa de Elite’. Desde as eleições de 2018, no entanto, os dois não se falam mais por discordâncias políticas.

“Eu diria que o Wagner teve muito mais clareza que eu com relação à natureza da Lava-Jato. E eu tive mais clareza que ele com relação ao Partido dos Trabalhadores. Os dois estavam errados, na minha opinião. Mas é uma burrice você criar picuinha e estresse com um amigo por divergências em torno de política. Eu dou meu braço a torcer, e digo aqui: Wagner, você tinha toda a razão sobre a Lava-Jato. Sem problema nenhum”, garantiu o cineasta.

José ainda revelou que apenas votará em Lula no segundo turno das eleições deste ano.

 

Veja também: Arthur Aguiar compartilha reação de Maíra Cardi ao ver sua tatuagem

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.