Christina Rodrigues, atriz do Zorra Total, morre de Covid-19 à espera de leito

A atriz tinha apenas 47 anos de idade

1

Aos 47 anos de idade, a atriz Christina Rodrigues foi mais uma vítima da Covid-19 nesta quinta-feira, dia 17.

Internado com Covid-19, Marco Ricca tem nova melhora: “Bem disposto”

Christina, que já participou do Zorra Total e outras novelas da TV Globo, faleceu nesta manhã na UPA da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Ela deu entrada no Hospital após se queixar de dificuldade respiratória e aguardava o exame da Covid-19.

A atriz era diabética e esperava por uma vaga na CTI desde o dia 14 de novembro.

Seu amigo, Rafael Santos, revelou que o caso da amiga era grave em entrevista ao site da Folha de São Paulo:

Se ela não obtiver uma vaga de CTI logo, vai morrer, pois tem indicação médica para FTI desde a madrugada de segunda para terça. Até ontem à tarde, estava em um banquinho na sala de espera.

Em uma de suas últimas mensagens para ele, Christina disse que estava muito cansada e que não conseguia respirar sem oxigênio.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde RJ divulgou o seguinte comunicado sobre sua morte:

A Central Estadual de Regulação (CER) informa que realiza busca ativa pelo leito que atenda as necessidades clínicas da paciente Christina Maria Rodrigues Teixeira. Somente nesta quarta-feira (16/12) ficou constatada a necessidade de um leito de UTI. Fatores dinâmicos como disponibilidade de leitos e quadro clínico dos pacientes impedem que seja determinada a previsão da transferência.

Que ela descanse em paz!

A atriz se queixava da falta de assistência

De acordo com a exclusiva do site Folha de São Paulo, a atriz de 47 anos já havia se queixado com a falta de assistência da UPA. 

Ao conversar com um de seus amigos, em 15 de dezembro, no entanto, Christina já se queixava de falta de ar e dores:

Não consigo respirar sem oxigênio. Eu estava há 17 horas sentada num banco horrível. Passei a manhã perturbando os outros, então minha amiga trouxe dois travesseiros e meus remédios de pressão e um café com leite, pois estava em jejum.

A situação no Rio de Janeiro é crítica: mais de 500 pessoas esperam por um leito na rede pública de saúde para a Covid-19. 

Christina não era casada e nem tinha filhos, mas considerava sua enteada como filha. 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.