Chitãozinho e Xororó lamentam morte de produtor devido à Covid-19

O profissional estava com a dupla há anos

0

Chitãozinho e Xororó se pronunciaram nesta segunda-feira, dia 11, sobre a morte do produtor Cleto Alves da Rocha Júnior, vítima da Covid-19. 

Ex de Allison Lima, filho de Chitãozinho, denuncia o cantor de expor sexualmente a filha

Cleto tinha 64 anos de idade, era do grupo de risco da doença, e estava internado em um Hospital desde o dia 28 de dezembro. 

A dupla sertaneja, em suas redes sociais, fez questão de se pronunciar sobre essa terrível perda:

Hoje nos despedimos de um grande amigo e companheiro de longa data por conta da Covid-19. O nosso produtor Cleto estava sempre sorrindo e cheio de alegria, e é assim que sempre vamos nos lembrar dele. Vá em paz, amigo. Ficam as lembranças dos momentos que tivemos juntos. Que Deus conforte o coração de todos os amigos e familiares.

Na publicação de despedida, até o Zezé di Camargo relembrou de bons momentos que passou com o produtor musical:

Gente boa demais!! Trabalhou comigo também. Meus filhos adoram ele. Muito triste aqui. Que o tenha em bom lugar e conforte os corações da família.

Michel Teló, que também trabalhou com Cleto, fez uma postagem em sua homenagem no Instagram. Veja, abaixo!

Filha de Chitãozinho, Sandy, já pensou em desistir da carreira

Sandy abriu o jogo sobre mais detalhes de sua carreira e vida pessoal em entrevista ao podcast de Felipe Solari em novembro de 2020.

A cantora de 37 anos de idade, casada com Lucas Lima, admitiu que já pensou em desistir da carreira.

Não após desfazer a dupla com o irmão Júnior e sim por sua sinusite crônica:

Sou muito alérgica. Choveu, eu estou espirrando […] Até sofri com isso bastante tempo porque tenho uma sinusite crônica. No fim de 2018, eu sofri tanto que cheguei a me questionar se ia continuar a minha carreira porque me atrapalhava demais. Era pigarro o tempo inteiro.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.