China preparando uma investigação antitruste contra o Google

0

A China está se preparando para lançar uma investigação antitruste contra o Google, investigando alegações de que alavancou o domínio de seu sistema operacional móvel Android para asfixiar a concorrência, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto.

Briga de cachorro grande

O caso foi proposto pela gigante de equipamentos de telecomunicações Huawei Technologies no ano passado e foi submetido pelo principal regulador de mercado do país ao comitê antitruste do Conselho de Estado para análise, acrescentaram.

Uma decisão sobre o prosseguimento com uma investigação formal pode vir logo em outubro e pode ser afetada pelo relacionamento da China com os Estados Unidos, disse uma das pessoas.

A investigação potencial segue uma série de ações da administração do presidente americano Donald Trump para coxear empresas tecnológicas chinesas, citando riscos de segurança nacional.

Isto incluiu colocar a Huawei em sua lista negra comercial, ameaçando ação similar para a Semiconductor Manufacturing International e ordenando à proprietária da TikTok, a ByteDance, que desinvestisse no aplicativo de vídeos em forma curta.

Reforma

Também vem quando a China embarca em uma grande reforma de suas leis antitruste com emendas propostas, incluindo um aumento dramático nas multas máximas e critérios expandidos para julgar o controle de um mercado por uma empresa.

Uma investigação em potencial também analisaria as acusações de que a posição de mercado do Google poderia causar “danos extremos” a empresas chinesas como a Huawei, pois a perda do apoio do gigante tecnológico americano para sistemas operacionais baseados no Android levaria à perda de confiança e receita.

As fontes não foram autorizadas a falar publicamente sobre o assunto e se recusaram a ser identificadas. O Google não forneceu comentários imediatos, enquanto a Huawei se recusou a comentar.

O principal regulador de mercado da China, a Administração do Estado para Regulamentação do Mercado e o Conselho Estadual, não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da imprensa.

A lista negra dos EUA proíbe o Google de fornecer suporte técnico aos novos modelos de telefones Huawei e acesso ao Google Mobile Services, o pacote de serviços para desenvolvedores no qual se baseia a maioria dos aplicativos Android.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.