China lança moeda digital e ameaça dólar no comércio internacional

1

A China tentou encaminhar para um novo caminho de vingança contra a humilhação que passou pelos outros países, sejam eles ocidentais ou orientais. Dessa forma, deve se tornar a próxima potência mundial até o ano de 2029 e, além disso, devem deixar a moeda digital sem cobrança de impostos ainda mais famosa e usada que o dólar. Em suma, ela tem a chancela do Banco Central chinês não será restrita para áreas de investimento. 

A ideia está sendo tão avassaladora, que os economistas dos Estados Unidos recomendam que a situação seja tratada com segurança máxima. Tanto o Tesouro dos EUA quanto o Banco Central afirmam que estão estudando quais são os impactos negativos da nova moeda digital para a economia. 

“Em termos práticos, o yuan digital é um aplicativo do Banco Central chinês. Na fase experimental, 100 mil chineses foram convidados a experimentar a nova moeda, que vai conviver com notas e moedas que já estão em circulação”, afirmou o Jornal Poder 360. 

Como irá funcionar a moeda da China?

Em suma, o Banco Chinês distribuiu a moeda em 6 grandes blocos que são estatais e devem dividir os recursos em bancos menores. Haverá também envio para os controladores de aplicativos, como é o caso do WeChat (uma ferramenta chinesa que mistura WhatsApp com carteira digital de pagamentos).

Diferente do Bitcoin que foi criado com o intuito de não sofrer com rastreamentos e que pudesse ser usado para contratar serviços ilegais como a compra de pornografia, o yuan pode ser rastreado pelo governo durante todas as transações, continua funcionando como se fosse uma moeda comum que está presente em um banco digital como o Bradesco e o Inter. 

Para alguns, isso pode ser negativo já que o Estado consegue controlar todas as compras. Entretanto, há ainda aqueles que acham isso certo já que não se pode contratar alguns serviços porque são crimes e, se isso ocorrer, deve-se tomar as devidas providências. 

O yuan deve facilitar o barateamento das transações já que não haverá a cobrança de taxas e um agricultor de Vidal Ramos, Santa Catarina, pode receber dinheiro do Japão sem mesmo passar por mudanças de câmbios e valor. 

 Leia mais: Bitcoin opera em queda após 10 dias tentando superar US$ 60 mil

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia mais: China lança moeda digital e ameaça dólar no comércio internacional […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.