China barra entrada de especialistas em Covid-19 no país

A China ainda não autorizou a entrada de uma equipe de especialistas internacionais para analisar as origens da Covid-19 no país

1

A pandemia da Covid-19 está próxima de completar um ano e, até o momento, a China ainda não autorizou a entrada de uma equipe de especialistas internacionais para analisar as origens do vírus no país. Nesse sentido, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta terça-feira (05) que está “muito decepcionado” pela não autorização.

Leia também: Seria a Coronavac a solução para a pandemia?

De acordo com o diretor-geral da OMS, entrevista coletiva em Genebra, na Suíça, as autoridades chinesas ainda não finalizaram as permissões necessárias para a chegada da equipe ao país. “Tenho mantido contato com altas autoridades chinesas e, mais uma vez, deixei claro que a missão é uma prioridade para a OMS”, disse Tedros aos jornalistas.

diretor geral da OMS COVID-19
A China ainda não autorizou a entrada de uma equipe de especialistas internacionais para analisar as origens da Covid-19 no país. (Foto: Abrice /AFP)

Covid-19 no Brasil 

Pela primeira vez em 2021, o Brasil registrou mais de mil novas mortes causadas pela covid-19 em um intervalo de 24 horas. De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa, foram 1.186 novos óbitos confirmados de segunda (04) para terça (05). A média de óbitos, de 723, é a maior desde a véspera de Natal.

No total, 197.777 pessoas morreram devido à doença desde o começo da pandemia. Ainda assim, o país continua em estabilidade na comparação com a média de 14 dias atrás: -7%. Já é o 13º dia consecutivo de estabilidade em números altos. A última vez que o país teve uma média mais alta foi em 24 de dezembro, quando registrou 736.

Houve 57.447 testagens positivas para a covid-19 nas últimas 24 horas em todo o país, aumentando o total de infectados para 7.812.007 desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, houve 56.648 diagnósticos positivos para o novo coronavírus no Brasil. O total de infectados subiu para 7.810.400 desde o começo da pandemia.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] disso, o país rejeitou a possibilidade de uma pesquisa independente sobre o coronavírus. Agora, o objetivo dos cientistas é verificar se o primeiro […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.