Chelsea atropela a Juventus de Turim e garante classificação antecipada na Liga dos Campeões

Por sua vez, a Juventus, sob comando do treinador Massimiliano Allegri, que também tem 12, mas pior saldo de gols, ainda garantiu a sua vaga

0

O Chelsea goleou a Juventus de Turim por 4 a 0 na tarde desta terça-feira (23), no estádio de Stamford Bridge, em Londres, pela quinta rodada do grupo H da Liga dos Campeões da Europa.

Com esse resultado, o time da casa, comandado pelo técnico Thomas Tuschel, chegou aos 12 pontos, assumiu a liderança e se classificou de forma antecipada.

Por sua vez, a Juventus, sob comando do treinador Massimiliano Allegri, que também tem 12, mas pior saldo de gols, ainda garantiu a sua vaga.

Agora, na sexta e última rodada, a Juventus volta a campo no dia 8 de dezembro, a partir das 14h45, quando recebe o lanterna e já eliminado Malmo, da Suécia, na Juventus Stadium, em Turim.

Enquanto isso, no mesmo dia e horário, o Chelsea visita o Zenit, em São Petersburgo, em Moscou.

O jogo

Em campo, a partida começou movimentada, com o Chelsea em cima da Juventus e buscando logo o primeiro gol, embora sem muita objetividade.

Enquanto isso, o time italiano tinha muitas dificuldades para sair jogando e não conseguia encaixas os contra-ataques, o que fazia com que o Chelsea ficasse cada vez mais com a posse de bola no primeiro tempo.

No entanto, aos 10min, a Juventus chegou pela primeira vez e levou perigo, mas o zagueiro brasileiro Thiago Silva conseguiu afastar o perigo.

Depois, aos 23min, o Chelsea arriscou em cobrança de falta de James, de longe, em que o goleiro Szczesny espalmou, com perigo.

Porém, na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Chalobah, que encheu o pé, mandou uma bomba e a bola entrou para o fundo da rede: 1 a 0.

Aos 27min, a Juventus quase empatou com Morata, em finalização onde Thiago Silva salvou em cima da linha, após a bola passar pelo goleiro.

Mas o Chelsea conseguiu manter a vantagem parcial até o final da primeira etapa.

Segundo tempo

Na etapa final, o Chelsea foi ainda melhor e conseguiu manter a vantagem no início.

Mais do que isso, ainda ampliou aos 10min, com James, que mandou uma bomba e fez 2 a 0, deixando a vitória mais bem encaminhada.

Logo sem seguida, aos 12min,  Hudson-Odoi marcou o terceiro do Chelsea, definindo a contagem na Inglaterra.

No final, ainda fez o quarto gol com TImo Werner, transformando a vitória em goleada.

Leia também: Fluminense recebe o Internacional nesta quarta-feira (24) em confronto direto pela Libertadores; veja onde assistir

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.