Caso de Klara Castanho inspira projeto de lei que pune quebra de sigilo na entrega para adoção

De acordo com a exclusiva do colunista Fefito, o projeto foi protocolado nesta segunda-feira (27)

0

Klara Castanho teve sua intimidade violada, no último final de semana, e foi obrigada a revelar que, vítima de um estupro, deu à luz uma criança. Conforme é de seu direito, a atriz de 21 anos decidiu colocar o bebê para a adoção, e explicou suas motivações em uma carta aberta.

Elizângela teria perdido papel em ‘Travessia’, da TV Globo, por se recusar a tomar vacina

De acordo com a exclusiva do colunista Fefito, nesta segunda-feira (27), o caso da jovem inspirou a criação de um projeto de lei que visa punir a quebra de sigilo na entrega da adoção. A deputada estadual Erika Malunguinho protocolou o pedido na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A proposta visa garantir o sigilo de dados de pessoas grávidas -mulheres cis e homens trans – e seu direito à privacidade, além da responsabilização administrativa em caso de eventual divulgação de informações acerca do nascimento e do processo de entrega dos bebês para a adoção.

O descumprimento desta lei, se for aprovada, acarretará em multa que varia de R$ 15.985 a R$ 47.955, além de suspensão da licença estadual para funcionamento por 30 dias. A cassação da licença, inclusive, pode ocorrer dependendo da reincidência.

A ideia é que a lei seja batizada de ‘Lei Klara Castanho’, se a artista se sentir confortável para tal.

Pai de Klara Castanho presta apoio à filha

Claudio Castanho, pai de Klara Castanho, se pronunciou nas redes sociais, na noite do último sábado (25), após a atriz revelar que ficou grávida, vítima de um estupro. A jovem de 21 anos decidiu doar a criança, seguindo todos os trâmites legais, e apenas se pronunciou após a repercussão do caso no Tik Tok e Twitter.

No stories do Instagram, Claudio postou uma foto antiga com os dois filhos, Klara e Lucas, e se declarou: “Estarei com vocês até o fim da minha vida!”. A mãe da atriz, Klara Castanho, permanece com as redes sociais privadas e ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Antonia Fontenelle e Léo Dias foram quem começaram as especulações, revelando que uma atriz da TV Globo teria ficado grávida e doado a criança. No Tik Tok, a notícia ganhou força com uma mulher que, afirmava com todas as letras, que a jovem em questão era a atriz Klara Castanho – que desabafou, contando seu lado da história.

 

Veja também: Mãe de Sérgio Hondjakoff fala sobre internação do ator: “Está aceitando”

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.