Casimiro de Abreu: biografia e principais obras

0

Considerado um dos maiores poetas do Brasil, Cassimiro de Abreu pertenceu a segunda geração do romantismo, um período que foi bastante marcado por obras com temas relacionados ao amor, ao medo, e as decepções.  Escreveu pouco, mas em suas obras conseguiu mostrar um lirismo bastante ingênuo que tinha, foi representado por ele mesmo em seu único livro, “As primaveras”.

Quem foi Casimiro de Abreu?

Nascido no Rio de Janeiro em 1839, Casimiro de Abreu tinha apenas 13 anos de idade quando o pai resolveu leva-lo para a cidade, para trabalhar com o comércio. Estudou no Instituto Freeze, onde conheceu o escritor Pedro Luiz Pereira de Souza. Depois mudou-se para o Rio de Janeiro.

Com o passar dos anos, em 1853, decide ir para Portugal, com a intenção de completar uma prática comercial, mas é nesse período que dá o ponta pé inicial na sua carreira literária.
Em 1856, suas peças “Camões” e “Jaú” são encenadas em Lisboa. No ano seguinte volta para o Brasil, e continua com seu trabalho no comércio, conhecendo e fazendo amizade com vários intelectuais, como Machado de Assis e o também escritor Manual Antônio de Almeida.

Publica seu único livro “As Primaveras” em 1859. A publicação foi bancada pelo pai. No ano seguinte, contrai tuberculosa, e morre no mesmo ano com apenas 21 anos de idade, na fazenda de Indaiaçu, casa de seu pai que havia falecido seis meses antes.

Obras

Casimiro de Abreu morreu muito jovem, mas conseguiu publicar algumas poesias, que no seu livro “As Primaveras” se destacam principalmente:

  • Meus oito anos;
  • Amor e medo;
  • Minh’alma é triste;
  • Desejo;
  • Dores;
  • Saudade;
  • Infância;
  • Berço e Túmulo;
  • Segredos;
  • Última folha;
  • Perdão;
  • A Valsa;
  • Poesia e Amor.

Características literárias de suas obras

O escritor tinha se vinculado ao romantismo e o ultrarromantismo que por si só já possuía características pessimistas. Com isso, suas obras tinham um tanto de egocentrismo, morbidez, sofrimentos amorosos, exagero sentimental, sentimento de melancolia e tédio, idealizações do amor e das mulheres.

A poesia do escritor também era representada por temáticas de religiosidade, nostalgia, patriotismo, pressentimento de morte, enaltecimento da juventude, e ao mesmo tempo marcados por versos regulares, simplicidade e sentimentalismo.

O poema mais famoso de Casimiro de Abreu é “Meus Oito Anos”, que conta a história do eu lírico, com muita nostalgia, melancolia e idealizações. É possível ver parte de sua infância em vários trechos da obra.

2/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.