Casas inteligentes e automatizadas: Vantagens

0

As casas pré-fabricadas também passaram por um processo de transformação e adaptação ao ambiente digital. Nesse cenário, o controle da automação residencial desempenha um papel fundamental na acomodação dos usuários em uma casa segura e agradável. O conceito de “casa inteligente” propõe a automação de diversos dispositivos eletrônicos para gerenciar suas funções, aumentando sua capacidade de interação, mesmo à distância.

As vantagens da domótica permitem-lhe criar um ambiente competente para perceber tudo o que se passa no seu ambiente e ter compressão suficiente para reagir a qualquer anomalia ou problema que possa surgir. É um sistema criado para garantir a eficiência energética nas residências, fator com duas vertentes:

  1. Por um lado, tem como objetivo que o usuário consuma os recursos necessários e justos, sem a necessidade de exagerar ou que as instalações elétricas sofram perdas de abastecimento e evitando distrações.
  2. Por outro lado, e como consequência da ação anterior que visa a atingir a sustentabilidade ambiental, o consumidor beneficia de uma notória economia conta de luz do mês, uma vez que conseguiu reduzir o consumo de energia.

Hoje, o mercado conta com sistemas simples que fazem do lar um espaço ecológico e responsável no combate às mudanças climáticas. A inovação da tecnologia se posiciona a favor das casas pré-fabricadas para oferecer a inteligência da automação residencial ao serviço dos mais interessados.

Dispositivos para automatizar uma casa pré-fabricada

Para residências modulares, a automação residencial facilita o trabalho doméstico e aumenta o percentual de segurança interna e externa. Com base nos diferentes dispositivos, uma ampla gama de funções pode ser configurada para controlar, programar e detectar automaticamente. Por meio do controle remoto, que pode ser monitorado com um smartphone ou smartphone com conexão à Internet, o consumidor pode, mesmo à distância, ativar aparelhos e monitorar a casa.

  • Fechaduras inteligentes: a biometria permite que as portas sejam abertas através da detecção da impressão digital do proprietário ou do agregado familiar, de forma que não fique mais dependente das chaves.
  • Termostato inteligente: sem dúvida, o aquecimento é o recurso que gera o maior custo na conta mensal de luz. Estima-se que cerca de 50% do orçamento total seja alocado para este fim. Para reduzir não só o consumo, mas também a temperatura, o termostato inteligente regula, liga e desliga o sistema automaticamente. Desta forma, o usuário pode programar o ar condicionado ao sair do trabalho para que, ao chegar em casa, possa desfrutar de um ambiente mais fresco.
  • Janelas inteligentes: aproveitar a luz natural do sol durante o dia é a forma mais barata de economizar energia e dinheiro com aquecimento e iluminação, sem levar em conta os benefícios que isso traz para a saúde. Por isso, um sistema de subida e descida automática de estores, bem como o seu bloqueio quando sai da residência para aumentar o nível de segurança, são algumas das funções mais úteis que a automação residencial oferece aos seus consumidores.

  • Eletrodomésticos inteligentes: esta função, sem dúvida, é a revolução tecnológica mais conhecida e exigida, pois seu alto nível de eficiência permite economizar significativamente na conta de luz. Suas funções permitem a programação de aparelhos, como a máquina de lavar, para um determinado horário, garantindo a independência dos usuários; os fornos também têm funções como limpar o interior ou regular a temperatura automaticamente a cada refeição.

  • Sistemas de segurança: um alarme de automação residencial em uma casa pré-fabricada pode proteger a casa por si só por meio de sensores de movimento, permitindo que ele bloqueie automaticamente e chame os serviços de emergência no momento em que detecta a presença de alguém .

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.