Cartão merenda SP: pais reclamam de concessão e atraso

1

Na escola, a merenda é direito de todas as crianças, independentemente de sua renda. Durante a pandemia, entretanto, parte dos alunos ficaram desassistidos de alimentação por não possuírem inscrição no Cadúnico. Apesar da Prefeitura de São Paulo ter divulgado o cartão merenda, a realidade é bastante complexa.

Isso porque mães reclamam sobre os atrasos nos repasses da verba no cartão merenda SP. O cartão merenda é como uma espécie de cartão-alimentação destinado aos alunos da rede pública de São Paulo durante o período de isolamento social e atividades educativas remotas.

Inicialmente, o repasse era destinado exclusivamente às famílias que se encontravam em extrema situação de pobreza, cadastradas no Bolsa Família. Crianças das creches municipais recebem R$101 por mês, estudantes da educação infantil, R$63 e ensino fundamental, R$55.

Em tese, os repasses do cartão merenda SP eram para acontecer sempre no dia 4 de cada mês. Entretanto, mães relatam atraso de mais de 4 dias de atraso. Para alguns, parece pouco tempo, mas a verdade é que faz muita diferença na rotina das famílias mais vulneráveis.

É o caso de Joana Sousa, empregada doméstica desempregada com três filhos. O valor de R$227 mensais, apesar de serem impossíveis de manter as refeições das crianças, ajudam a manter sua alimentação.

Cartão merenda SP: entre o auxílio e a negligência

Com o cartão merenda, as famílias recebem uma espécie de “auxílio simbólico”. Quais são as crianças que conseguem se alimentar durante todo o mês com R$63?

Com a medida, a Prefeitura de São Paulo fica entre a negligência do estado em relação à alimentação das crianças e um auxílio insuficiente para apresentar “medidas” de proteção à criança.

Além disso, as famílias que possuem uma renda maior que a permitida para a inclusão no Cadúnico, mas que, neste momento, passam por dificuldades, ficam desamparadas durante a pandemia.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.