Câmara aprova segundo impeachment de Trump

Caso seja aprovado, o presidente americano será afastado do cargo e perderá os seus direitos políticos. Isso, seis dias antes de terminar oficialmente seu mandato

1

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve o segundo pedido de impeachment aprovado em seu desfavor pela Câmara dos deputados nesta quarta-feira (13). O placar da votação que pretendia impedir o chefe do Executivo americano ficou 231 votos a favor, incluindo 10 republicanos, e 197 contra a ação que visa tirar o político do poder – quatro deputados não votaram.

Leia também: Brasil vai ter dificuldades econômicas com EUA de Biden, projeta ONG

Donald Trump foi acusado de incitar seus seguidores para invadir o Capitólio, sede do Congresso dos EUA, na última quarta-feira (6). Agora, o processo vai para o Senado, que tem a maioria republicana – partido do presidente.

Caso seja considerado culpado tanto na Câmara quanto no Senado, Trump pode perder a pensão vitalícia a que todo ex-presidente americano tem direito e até ser impedido de concorrer a cargos federais. Ou seja, se condenado, o sonho de retornar à Casa Branca em 2024 ficaria somente no imaginário do atual número um americano.

Tudo isso acontece há apenas seis dias antes de terminar oficialmente seu mandato, visto que no próximo dia 20 de janeiro o presidente eleito, Joe Biden, assume o lugar de Trump. Se confirmada, a decisão de afastar o presidente seria inédita no país. Andrew Johnson e Bill Clinton foram absolvidos pelo Senado e Richard Nixon renunciou antes da conclusão do processo.

No entanto, vale lembrar que a lei americana não é clara quanto a isso, até porque não há precedente histórico. Sendo assim, caso seja mesmo condenado, a tendência é que Trump recorra da decisão, dando o poder da palavra final para a Suprema Corte dos Estados Unidos.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Estados Unidos também funcionam dessa forma. Por lá, a Câmara decretou o impeachment de Trump por 232 a 197. Agora, o processo vai para o Senado. É justamente no Senado que eles irão decidir se Trump perde […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.