Brunna Gonçalves defende Ludmilla de ataques racistas: “Não passarão”

A cantora saiu das redes após sofrer inúmeros ataques racistas

1

Brunna Gonçalves, esposa de Ludmilla, fez questão de defender a cantora dos ataques racistas que sofre na web neste sábado, dia 19.

Ludmilla nega crise com Brunna Gonçalves e revela divulgação de música

Logo após a amada desativar suas redes sociais, Brunna resolveu postar um desabafo em seu Twitter:

Vocês não tem noção de como eu fico vendo ela triste! Isso tem que acabar! Racismo é crime, c******. Parem com isso. Estamos com você Ludmilla.

Brunna não desativou de vez suas redes, mas ainda diz que os ataques contra a esposa são constantes e não devem se tornar norma:

Não temos um dia de paz, todo dia ela é atacada por nada! Vocês vão pagar por tudo isso! Racistas não passarão!

Veja, abaixo!

Relembre o desabafo de Ludmilla

A cantora de 25 anos, em suas redes sociais, recebeu o apoio de seus fãs após revelar que ainda sofre ataques racistas.

Ludmilla desativou todas as suas redes sociais após receber mais insultos racistas, com até emojis de banana.

Antes de sair de vez do Twitter e do Instagram, ela revelou:

É daí para pior. Vocês não têm noção do que eu passo com essas pessoas. É 24 horas por dia de comentários racistas em todas as minhas postagens. Mas eu estou tirando print de tudo porque isso é crime e vai pagar um por um.

Os fãs criaram a hashtag “Estamos com você Ludmilla”, que logo subiu para um dos assuntos mais falados no Twitter.

Muitos defenderam a diva pop, afirmando que essa situação não é de agora e que Lud merece respeito e empatia.

Um fã, aliás, decretou: “a maior cantora preta latinoamericana ta sofrendo racismo 24/7 nas redes sociais ATÉ QUANDO ISSO VAI CONTINUAR SENDO NORMALIZADO SEM PUNIÇÃO???”

Outros fãs, aliás, até pediram que parassem de comparar a situação de Anitta com a de Ludmilla. Veja, abaixo!

 

 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.