Bruna Hamú enfrentou distúrbios alimentares quando era modelo

A ansiedade a fez desenvolver outros distúrbios.

0
Bruna Hamú enfrentou distúrbios
Reprodução: Instagram

A atriz Bruna Hamú abriu o coração e revela que enfrentou distúrbios alimentares quando ainda trabalhava como modelo. A atriz de 30 anos conta que o pior período foi quando ficou sozinha trabalhando no exterior. Saiba mais!

Bruna Hamú enfrentou distúrbios alimentares

Em participação no podcast Positivamente, a global abriu o coração: “Tive uma fase na minha vida, que só agora tenho a consciência que estava vivendo uma grande ansiedade. E quando você deixa a ansiedade tomar conta é muito perigoso e você pode desenvolver distúrbios. Passei por essa fase quando eu era modelo. Na verdade, falei muito pouco sobre isso. Foi uma fase muito triste, eu me sentia sozinha, estava morando em Paris nessa época”, relata.

A pressão para manter o peso exigido a faz desenvolver esses distúrbios. “Eu tinha que estar num certo peso e eu tinha engordado uns dez quilos porque eu estava muito ansiosa. Esperavam uma coisa de mim que eu não estava conseguindo entregar. Eu comia o dia inteiro e não estava percebendo que estava ansiosa nesse nível. Eu achava que saberia lidar com aquilo. Fui pela cabeça das minhas amigas modelos na época. Eu comia e vomitava tudo”, conta.

Maternidade

Ademais, o que fez a sensação de ansiedade dar uma diminuída foi a maternidade. Bruna é mãe de Julio, de quatro anos, fruto do relacionamento com o ex-marido, o empresário Diego Moregola. “Consigo ver que hoje sou uma pessoa melhor. Eu não vivia o hoje, era dominada pela minha ansiedade. A maternidade me deu noção do presente, de descobrir o mundo junto com ele. Você vai descobrindo um mundo novo”, diz, por fim.

Bruna Hamú enfrentou distúrbios
Reprodução: Instagram

Auto estima

Recentemente, também ao canal no YouTube, a atriz relata que enfrentou também problemas de autoestima. “Quando eu era adolescente, tinha uma crise de identidade bizarra. Eu não me aceitava de jeito nenhum, eu chorava. Eu me achava horrorosa, me achava muito feia. Falava: ‘Mãe, estou muito feia hoje’. Eu era muito magra. Minhas amigas tinham corpão, peito, bunda, perna. Eu era OIívia Palito. Tinha muito problema com isso. Usava três calças para ter mais coxa. Eu ia para a escola assim. Só parei de usar três calças e sutiã com enchimento quando comecei a namorar”, confessa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.