Veja o que o mundo está falando sobre a cepa variante do coronavírus

Epidemiologistas dizem que "a notícia é muito ruim". Veja aqui o que a ciência já sabe sobre esse cepa variante

3

Britânicos estão em alerta máximo nesta exato momento. Como se já não bastasse o “coronavírus normal“, agora existe uma cepa variante da doença inicial. Pouco se sabe sobre esse novo fenômeno. Mas há uma preocupação.

Neste final de semana, vários países da Europa anunciaram uma nova suspensão dos voos para o Reino Unido. É que de acordo com os epidemiologistas britânicos, essa cepa nasceu por lá no mês de setembro. Ainda não se sabe qual seria o local exato.

O que se sabe sobre essa nova variante é que ela se propaga mais rapidamente e é mais forte. Isso explicaria o porquê do aumento no número de internações no Reino Unido neste exato momento. Por isso há uma preocupação.

Sabe-se também que casos dessa cepa já receberam registros na Dinamarca, na Holanda e na Austrália. Em comum há a certeza de que todos esses casos tem origem no Reino Unido. É por isso que os países europeus e da Oceania estão em alerta neste momento.

O que não se pode dizer é que essa variação é mais mortal. Não há dados científicos nem evidências que comprovem isso. Também não há indícios de que a vacina que já esteja em circulação não proteja contra essa nova variante. Seja como for, cientistas estão realizando mais estudos.

Nova cepa

Mais cedo, John Edmunds, da London School of Hygiene e Tropical Medicine, disse que “essa é uma notícia muito ruim”. Essa também é a opinião de vários epidemiologistas ao redor do mundo neste momento.

Até a Organização Mundial da Saúde (OMS), disse que o momento é de atenção e pediu medidas de restrição na Europa. “Parece que esse vírus é muito mais infeccioso que a cepa anterior”, completou ele.

1/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.