Brasileiro que recebeu remédio da Pfizer contra a Covid-19 conta sobre a reação do medicamento

0

O primeiro a receber o remédio da Pfizer contra a Covid-19, foi o brasileiro e israelense, Simcha Neumark, de 33 anos de idade. O homem que já tomou cinco doses da vacina contra a Covid-19, possui uma doença autoimune, o que impediu o desenvolvimento dos anticorpos contra o vírus. 

 

Brasileiro recebe remédio da Pfizer contra a Covid-19
Brasileiro que recebeu remédio da Pfizer contra a Covid-19 conta sobre a reação do medicamento. (Imagem: Guia da Farmácia)

 

Em entrevista à GloboNews, Neumark declarou ter contraído o vírus em Jerusalém. Ele também disse ter bastante cuidado, motivo pelo qual não faz ideia de como contraiu a Covid. Os primeiros sintomas dele foram febre alta e dor de garganta. 

De acordo com ele, havia informações sobre a doença autoimune que atinge o sistema de saúde de Israel, e que quando a infecção por Covid-19 foi identificada, ele foi procurado para receber o medicamento da Pfizer, o Paxlovid

“Chamaram-me e falaram que eu seria o primeiro, não tem muito teste, mas sim uma autorização de emergência, e para mim compensa pelo que eu sentia, febre e dor de garganta, eu tinha medo de parar no hospital”, afirma Neumark.

O procedimento requer que o paciente tome seis pílulas do remédio da Pfizer contra a Covid-19 ao dia. Três deles devem ser pela manhã e outros três pela tarde. De acordo com Neumark, os sintomas apresentaram melhorias após o período de 15 horas. 

Ele ainda contou que o remédio causa uma sensação de cansaço, mas que é bem melhor do que os sintomas originais da Covid-19 que, por consequência, desaparecem. No caso clínico de Neumark, nessas 15 horas a melhora foi excepcional. A febre de 39.5º sumiu junto a forte dor de garganta e as enxaquecas. Enquanto isso, o cansaço é como se fosse uma espécie de recuperação, um pós-gripe.

Durante o período de tratamento com o remédio da Pfizer contra a Covid-19, o brasileiro é monitorado pelo sistema de saúde de Israel, com cerca de duas ligações por dia para ser monitorado. Daqui a 20 dias Neumark deverá realizar novos testes de PCR, e se o resultado for negativo, ele será liberado da quarentena. 

Em meio aos testes com o medicamento da Pfizer contra a Covid-19, o Governo de Israel anunciou quase 12 mil novos casos de Covid-19 na última quarta-feira, 5. O número é proveniente dos casos registrados nas 24 horas que antecederam a data. Se consolidando como um novo recorde desde o início da pandemia da Covid-19. 

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, foram registrados exatamente 11.978 novos casos de Covid-19 entre terça-feira, 4, e quarta-feira, 5. Assim, o recorde de 11.344 infecções registradas em 2 de setembro de 2021 foi batido.

3.7/5 - (7 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.