Brasileira é encontrada morta em apartamento do ex-namorado nos EUA

O principal suspeito do crime é o ex-namorado, um brasileiro que também foi encontrado morto no local

1

A brasileira Lídia Lúcia Ferreira Borges, de 28 anos, foi encontrada morta em um apartamento junto com o seu ex-namorado, nos Estados Unidos. De acordo com as investigações preliminares, a suspeita é a de que ele pode ter matado a jovem e se matado em seguida.

Leia também: Jovem não reage a assalto em supermercado e mesmo assim é morto; veja o vídeo

Em entrevista ao portal “G1”, a irmã de Lídia, Leidianne Ferreira, de 34 anos, revelou que a irmã foi encontrada na terça-feira (22). “A família está desolada. Ela era linda, carinhosa com todos e ajudava todo mundo. Tinha o sonho de se casar e constituir família. Foi uma tragédia muito grande”, contou a irmã.

Brasileira é encontrada morta em apartamento do ex-namorado nos EUA
O principal suspeito do crime é o ex-namorado, um brasileiro que também foi encontrado morto no local. (Foto: reprodução)

De acordo com a irmã, Lídia, que é de Edéia (GO), havia se mudou para São Francisco, no estado da Califórnia, há cerca de dois anos e meio e trabalhava com limpeza de residências por aplicativo.

Segundo uma amiga da vítima, que não revelou seu nome, ela saiu para trabalhar e não voltou. Por conta da demora, ela resolveu acionar a polícia, passando informações sobre o trabalho que Lídia havia ido fazer no dia. Iniciadas as buscas, os agentes encontraram o carro da goiana estacionado em frente ao prédio onde o ex-namorado morava.

Namorado de Lídia era Brasileiro

De acordo com essa amiga, o namorado da vítima era um brasileiro que, aparentemente, era uma pessoa tranquila. No entanto, as coisas começaram a mudar quando Lídia resolveu terminar o namoro, há sete meses. Desde então, o rapaz, segundo ela, começou a persegui-la  a fim de reatar o relacionamento.

“Ele ficou obcecado. Mas, em nenhum momento, demonstrou agressividade e não fez ameaças contra ela. Mesmo assim, nós a aconselhamos a prestar queixa contra ele, por causa das perseguições. Ela achou que não precisava no momento”, conta.

As autoridades locais disseram que o crime será investigado. Agora, tanto a amiga quanto um tio de Lídia estão juntando a documentação necessária para fazer o traslado do corpo para Caldas Novas, onde a família quer fazer o sepultamento.

2/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.