Brasil de Pelotas vence o Operário e acaba com jejum de 12 jogos na Série B

No entanto, o Xavante segue na lanterna e ainda muito perto do rebaixamento

0

O lanterna Brasil de Pelotas venceu o Operário de Ponta Grossa por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (6), no estádio Bento de Freitas, no Rio Grande do Sul, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com esse resultado, o time da casa, comandado pelo técnico Jerson Testoni, que está virtualmente rebaixado, volta a vencer após 12 rodadas e vai a 19 pontos, 13 atrás do primeiro time fora da zona de degola.

Por sua vez, o time paranaense, que teve a estreia do técnico Ricardo Catalá, segue em 13º lugar, com 34 pontos, quatro à frente da zona de degola.

Agora, na próxima rodada, os gaúchos voltam a jogar em casa no dia 15 de outubro, uma sexta-feira, quando recebem o Vila Nova, a partir das 21h30.

Por sua vez, o Operário volta a jogar no dia 16, quando recebe o Londrina, a partir das 18h30, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa.

O jogo

A partida começou com o Brasil de Pelotas buscando mais o gol nos primeiros minutos, tentando se impor no setor ofensivo.

No entanto, faltava qualidade técnica ao time gaúcho, que não conseguia levar real perigo ao gol adversário.

Mas, quando o Operário começou a se soltar e a começar a gostar do jogo, deixou espaços na defesa e, aos 11min, os donos da casa abriram o placar.

Na oportunidade, o atacante Erison recebeu na área, ajeitou e mandou um belo chute forte para o gol: 1 a 0.

Depois, aos 21min, o Operário quase empatou com Fábio Alemão, que acertou um chute forte, de longe, e a bola passou bem perto do gol.

Mas, depois disso, a partida teve uma queda de ritmo, com os dois times criando menos.

O time da casa ainda teve outra chance com Erison, aos 31min, em chute que o goleiro fez boa defesa, mas o primeiro tempo acabou em 1 a 0.

Segundo tempo

Na etapa final, Thomaz quase empatou para o time de Pelotas logo aos 2min, em chute que passou bem perto do gol.

Mas o Brasil também criava chances e quase ampliou aos 13min, quando Marcelo finalizou e o goleiro do Operário fez grande defesa.

Depois, aos 40min, o volante Wesley foi expulso por falta violenta, após confirmação pelo VAR.

Assim, o time paranaense aumentou a pressão nos minutos finais, mas o gol não saiu.

Leia também: Fluminense recebe o Fortaleza e tenta entrar na zona de Libertadores; veja onde assistir

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.