Botafogo vira sobre o Inter em jogo épico no Beira-Rio

Arbitragem foi o principal destaque negativo do jogo.

0

Naquele que tinha tudo para ser somente mais um jogo válido pela 13ª rodada do Brasileirão, Internacional e Botafogo travaram uma verdadeira batalha em Porto Alegre. Isso porque, assim que o jogo começou, o árbitro Sávio Pereira Sampaio entendeu que Philippe Sampaio bloqueou com a mão o chute de Alan Patrick dentro da área. Ao olhar no VAR, não só o pênalti foi mantido, como o zagueiro do Bota foi expulso. Isso tudo com sete minutos.

Na cobrança, Edenilson abriu o placar para o Colorado. Pouco tempo depois, ainda com menos de quinze minutos, o Inter aumentou a vantagem no gol de Fabricio Bustos, após belo passe de Alan Patrick. Isto é, perdendo de dois gols de vantagem e com um homem a menos em campo, as esperanças do torcedor botafoguense eram mínimas.

Além de todo esse cenário, o Internacional ainda não havia perdido sob comando de Mano Menezes. Eram 14 partidas com o comandante à beira de campo, em jogos do Brasileirão e da Copa Sul-Americana. Dito isso, em lance de cruzamento pra área e de um desajuste defensivo do Inter, Vinícius Lopes aproveitou a sobra e diminuiu o placar. Tudo isso com menos de 20 minutos.

Botafogo
Botafogo arrancou um resultado improvável no Beira-Rio. Foto: Vítor Silva.

Botafogo vira a partida aos 55′ do segundo tempo

Com um homem a menos e querendo reverter dentro de campo o erro de arbitragem, os jogadores do Botafogo jogaram como se fosse uma final de campeonato. Na defesa, Joel Carli e Gatito Fernández tiveram atuações memoráveis. Além disso, com cerca de quinze minutos do segundo tempo, Erison empatou o jogo de cabeça. Isto é, colocou fogo no jogo.

O 2 a 2 no placar já era um resultado bastante improvável. Aliás, o Internacional ficava a apenas um ponto do Palmeiras em caso de vitória, entrando de vez na briga pelo título. Sendo assim, foi pra cima e conseguiu o terceiro gol já nos acréscimos, mas o VAR revisou e foi assinalado o impedimento de Gabriel Mercado.

Por fim, já com cerca de 10 minutos de acréscimos jogados, Kaique deu uma arrancada espetacular, Daniel saiu abafando e a bola sobrou para Hugo. O jovem lateral esquerdo só empurrou e virou um jogo maluco. No final, ainda tivemos as expulsões de Mercado, David e Lucas Piazón por conta de uma confusão generalizada.

Posto isso, o Fogão chegou ao sétimo lugar, com 18 pontos. Isto é, na briga pelo G4. Já o Inter estacionou nos 21 pontos e permanece em quarto.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.