Bombeiro assume que incendiou sede de jornal em São Paulo

De acordo com informações da polícia, o bombeiro foi até a delegacia da cidade de Olímpia e contou que incendiou sede de jornal

1

O bombeiro Cláuio José de Azevedo Assis se entregou para a polícia na tarde desta quinta-feira (1) na cidade de Olímpia, no interior de São Paulo. Ele disse aos policiais que foi o autor do incêndio no jornal Folha da Região no último dia 17 de março.

De acordo com o bombeiro, ele fez isso sozinho. Disse ainda que ateou fogo no jornal porque não concorda com as medidas de distanciamento social que o Governo local estava colocando em vigor. Mas o que o jornal tinha a ver com isso?

Segundo o bombeiro, o jornal seria um entusiasta dessas medidas. Por isso, ele achou que resolveria a situação colocando fogo na sede do mesmo. Além do jornal, o local também abrigava as sedes do iFolha e da Rádio Cidade FM.

Na época, o fogo acabou atingindo também parte da casa do editor do jornal, José Antônio Arantes. José é de fato um defensor das medidas de restrição nesta pandemia do novo coronavírus. Em entrevista, ele disse que ele e a sua família se acordaram por causa do odor da fumaça.

De acordo com as informações da polícia local, o bombeiro em questão voltou para a sua casa logo depois do depoimento. Os policiais seguirão investigando se ele agiu realmente sozinho ou não. O próprio bombeiro vai responder a uma série de acusações. No incêndio, ninguém ficou ferido.

Incêndio em jornal

A Prefeitura de Olímpia se pronunciou sobre o caso. “O município irá afastar o servidor de suas funções e instaurar um processo administrativo para apurar a ocorrência. O ato é totalmente incompatível com os princípios do cargo público que o mesmo ocupa”, diz a nota.

Este não é primeiro caso de violência contra a imprensa no Brasil. Nos últimos meses, várias pessoas se acharam no direito de agredir verbalmente e até fisicamente jornalistas que tentavam trabalhar neste período da pandemia do coronavírus.

Leia Mais: Bangladesh: incêndio em campo de refugiados mata 15 e deixa 45 mil desabrigados

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Bombeiro assume que incendiou sede de jornal em São Paulo […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.