Bolsonaro recua e diz que precisa do Congresso para resolver problemas do país

O presidente esteve no estado da Bahia participando de uma reunião.

0

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje, 30 de julho, que precisa de apoio do Congresso Nacional para resolver os problemas do Brasil. Por conta de posicionamentos contrários, em especial quando se fala em covid-19, o presidente está tendo dificuldade para aprovar alguns projetos.

“Já ouvi de parlamentares e prefeitos alguns problemas da região, esses problemas quem vai resolver não é o Jair Bolsonaro sozinho, vai ser ele e o Parlamento brasileiro”, disse o mandatário, durante uma cerimônia de entrega do Sistema de Abastecimento de Água, na cidade de Campo Alegre de Lourdes, na Bahia.

O presidente ainda disse, que logo quando chegou à Presidência, buscou se aproximar dos parlamentares afim de facilitar aprovação de projetos.

“Começamos enfrentando uma pandemia, ninguém esperava isso, mas ela veio e nós fizemos todo o possível para que seus efeitos fossem minorados. Mas fizemos isso tendo ao nosso lado valorosos senadores e deputados”, falou, destacando a presença de deputados e senadores na cerimônia.

Bolsonaro cedeu elogios ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e falou da sua dedicação para que sejam retomadas as obras paradas no Nordeste.

Abastecimento

Com a inauguração da central de abastecimento, o Ministério do Desenvolvimento Regional informou que mais de 40 mil moradores serão atendidos com o sistema, com a inclusão das áreas rurais. O valor investido pelo governo foi de R$ 90 milhões, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

A região contemplada integra o chamado Polígono da Seca. A água é captada no lago de Sobradinho, do Rio São Francisco, no município de Pilão Arcado, até chegar no povoado de Campo Alegre de Lourdes, a estrutura cruza outros diversos povoados. 71 comunidades serão beneficiadas nos dois municípios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.