Bolsonaro confirma Kassio Nunes Marques como novo ministro do STF

3

Na noite desta quinta-feira (1°), o presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques como novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Marques entrará no lugar de Celso de Mello, que deixa a Suprema Corte no próximo dia 13 de outubro.

“Será publicado amanhã [HOJE] , no Diário Oficial da União, por causa da pandemia, nós temos pressa nisso, conversado com o Senado, o nome do Kassio Marques para a nossa primeira vaga no Supremo Tribunal Federal” afirmou Bolsonaro. Mesmo com a oficialização da indicação por parte do presidente, será necessário a análise dos senadores, que votará, em sessão plenária, pela aprovação ou não do novo ministro.

Em 2021, o ministro Marco Aurélio Mello também estará saindo da Corte, pois, como Celso de Mello, estará completando 75 anos, idade máxima para continuar sendo ministro. Essa segunda indicação, de acordo com o que foi dito na última live do presidente, será para um magistrado com perfil cristão. “Nós temos uma vaga prevista para o ano que vem também. Essa segunda vaga vai ser para um evangélico”.

Formação

Kassio Nunes Marques é piauiense, com ampla formação na área jurídica, posto que é Desembargador Federal no Tribunal Regional Federal da 1ª Região desde 2011, indicado pela ex-presidente Dilma Rousself à época e ocupa uma das vagas destinadas à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Ele também tem formação acadêmica pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com pós-graduação na Universidade Federal do Ceará (UFCE) em Processo e Direito Tributário. Antes de ser Desembargador no TRF1, era Juiz Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.

Leia também: Lula pede direitos políticos de volta: “Se eu vou ser candidato ou não depende de muita coisa”

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.