Bolsas europeias encerram sessão de hoje (28) com melhor resultado desde fevereiro

Pacote de estímulos dos Estados Unidos puxou a alta

1

As bolsas europeias encerraram a sessão de hoje, dia 28, com o melhor resultado dos últimos dez meses. E o principal fator que impactou os mercados neste pregão foi a assinatura do projeto de lei dos Estados Unidos, por parte do presidente Donald Trump. Em suma, o pacote libera US$ 900 milhões de dólares em estímulos fiscais para a economia americana. Dessa forma, houve uma forte redução nos temores em relação a uma nova paralisação do governo americano.

Em resumo, Trump assinou, na noite deste domingo (27), o novo plano de ajuda para a economia dos Estados Unidos. Isso aconteceu com um atraso de quase uma semana e com pressão por parte dos congressistas de todas as alas do país. Assim, o projeto irá ampliar os benefícios a milhões de cidadãos que estão enfrentando a pandemia da Covid-19 e seus impactos.

“Estou assinando este projeto de lei para restaurar o seguro-desemprego, interromper os despejos, fornecer assistência de aluguel, adicionar dinheiro para os programas de empréstimos para empresas, devolver nossos funcionários do setor aéreo a seus empregos, adicionar substancialmente mais dinheiro para a distribuição de vacinas, e muito mais”, afirmou Donald Trump em comunicado publicado diretamente de sua residência de Mar-a-Lago, na Flórida.

O projeto também libera US$ 1,4 trilhão em gastos para que o governo americano continue funcionando, pelo menos, até setembro de 2021. Ou seja, a possibilidade de paralisação do governo por falta de recursos foi afastada. E, é claro, os mercados ficaram felizes com esta notícia.

 

Estímulos impactam as bolsas europeias

As movimentações das bolsas europeias seguiram no azul, uma vez que a liberação do estímulo vai resultar numa quantidade maior de dólares circulando nos mercados. A saber, o índice pan-europeu Stoxx Europe 600 subiu 0,66%. Já o DAX, que é o índice de referência de Frankfurtx, avançou 1,49%. Da mesma forma, o CAC 40, em Paris, o FTSE MIB, em Milão, e o IBEX 35, em Madrid, subiram 1,20%, 0,72% e 0,54%, respectivamente. Vale ressaltar que a bolsa de Londres não operou nesta segunda, devido ao feriado do “Boxing Day” no Reino Unido.

 

Por fim, o acordo do Brexit também proporcionou algum impulso às bolsas europeias hoje. O acordo foi firmado na última quinta-feira (24) e manteve o livre comércio de mercadorias entre o Reino Unido e a União Europeia. Não haverá tarifas, mas, em contrapartida, criou-se vários empecilhos burocráticos ao comércio.

 

LEIA MAIS

Indústria do Rio de Janeiro recupera 51% dos postos de trabalho perdidos na pandemia

Gasolina e diesel ficam mais caros nas refinarias a partir de amanhã (29)

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.