Bolsas da Europa fecham sessão sem direção única e perto da estabilidade

Dia também foi marcado por demanda limitada por risco

1

As ações europeias encerraram a sessão desta terça-feira (12) sem direção única. Aliás, as ações ficaram bem próximas da estabilidade, com variações percentuais pequenas no dia. A saber, isso acontece após o pregão que terminou no vermelho na última segunda (11), dia em que houve realização de lucro. E isso ocorreu após uma incrível semana para as bolsas da Europa, que tiveram forte alta e levaram o mercado ao maior nível em dez meses.

Em resumo, os índices não apresentaram movimento heterogêneo devido ao avanço das infecções e mortes provocadas pela pandemia da Covid-19 no continente. Os investidores globais demonstraram menor apetite ao risco pelo segundo dia seguido. Da mesma forma que acontece na Europa, o comportamento da pandemia apresenta um ritmo acelerado em todo o globo.

Por exemplo, ontem (12), o mundo registrou o maior número diário de mortes desde o início da pandemia, em março do ano passado. Em suma, houve 17.186 óbitos em 24 horas, maior nível já registrado. E os Estados Unidos, país com o maior número de casos e óbitos, puxou este resultado com 4.327 mortes registradas em um único dia. A propósito, este também é o recorde de óbitos nos EUA, o quarto dos últimos oito dias, o que mostra o quanto a crise ainda está forte no país.

Já a China registrou no último dia 11 o maior número diário de casos desde o final de julho do ano passado. Lá, quatro cidades estão em lockdown, o que representa mais de 20 milhões de habitantes, para conter o novo surto do coronavírus no país. E, na Europa, as medidas de restrição parecem não fazer efeito em muitos países. O continente está fazendo reserva de vacinas contra a Covid-19, como uma forma de aumentar o combate à pandemia.

 

Veja as principais variações das bolsas europeias

Dessa forma, o resultado do dia seguiu a tendência negativa, mas algumas bolsas conseguiram leves altas. Em resumo, o índice pan-europeu STOXX 600 registrou um avanço bem tímido de 0,05%, continuando distante da máxima de fevereiro do ano passado, alcançada na última sexta-feira (8).  Ao mesmo tempo, o índice Financial Times, em Londres, fechou a sessão com retração de 0,65%. Da mesma forma, o DAX, que é o índice de referência de Frankfurtx, teve leve queda de 0,08%.

Por fim, seguindo o mesmo caminho de desvalorização, o CAC-40, em Paris, teve um recuo de 0,20%. Já os índices Ftse/Mib, em Milão, e o Ibex 35, em Madrid, encerraram o dia com queda de 0,33% e 0,14%, respectivamente.

 

LEIA MAIS

Dólar desce ladeira sem freios em dia de correção de seu atual fortalecimento

Ibovespa recupera parte das perdas da última sessão com entrada de estrangeiro

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Bolsas da Europa fecham sessão sem direção única e perto da estabilidade […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.