Bolsas da China apresentam recuo com aumento de casos do coronavírus

Empresas de consumo lideram perdas no dia

0

Bolsas chinesas apresentaram retração firme nesta quinta-feira, dia, devido ao aumento de casos da Covid-19. Com isso, o índice das ações mais negociadas na bolsa do país, as blue-chips, estão ainda mais afastadas do maior valor de fechamento, que foi alcançado há 13 anos. Aliás, durante esta semana, o nível foi novamente atingido, mas, com o avanço das infecções no país, as ações estão em trajetória descendente.

Em resumo, a China registrou o maior número de casos da Covid-19 desde março do ano passado. Além disso, nesta quinta-feira, o país asiático confirmou oficialmente a primeira morte provocada por Covid-19 em oito meses. Lá, diversos confinamentos já estão em curso, com mais de 20 milhões de pessoas com a locomoção restrita. O objetivo é frear o avanço do coronavírus no país antes de importante feriado nacional, marcado pela viagem de centenas de milhões de pessoas.

 

Veja mais detalhes das quedas das bolsas

Na sessão desta quinta, as empresas de consumo registraram as maiores perdas. A saber, o setor de consumo teve queda firme de 2,42%. Ao mesmo tempo, o subíndice do setor financeiro registrou perda de 1,17%, enquanto o de saúde caiu ainda mais, 1,8%.Dessa forma, com notícias bastante negativas, o resultado não poderia ser outro. Em resumo, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,93%. Já o índice de Xangai apresentou queda de 0,91% na sessão.

 

Ações da Ásia seguem no azul

Em suma, as bolsas da Ásia seguiram predominantemente no azul. Quase todas as principais ações asiáticas registraram ganhos. Nesse caso, a maior valorização veio do índice Hang Seng, de Hong Kong, que subiu 0,93%. Os índices Nikkei, em Tóquio, e Straits Times, em Cingapura, avançaram 0,85% e 0,76%, respectivamente. Fechando as altas do dia ficaram o índice S&P/ASX 200, em Sydney, com alta de 0,43%, e o índice KOSPI, em Seul, com leve valorização de 0,05%.

Por outro lado, o índice TAIEX, em Taiwan, acompanhou as bolsas chinesas e registrou queda de 0,40% no dia.

 

LEIA MAIS

Dólar segue no vermelho na sessão desta quinta-feira (14)

Ibovespa opera em alta com investidores de olho em estímulos dos EUA

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.