Bolívia cria novo imposto sobre grandes fortunas do país

Presidente Luis Arce assinou a lei que vai permitir que o país cobre imposto sobre a fortuna de 152 pessoas no país

1

A Bolívia criou oficialmente um novo imposto sobre a fortuna das pessoas mais ricas do país. Em tese, só vai pagar esse imposto as pessoas que possuem mais de US$4,3 milhões. Na Bolívia, apenas 152 pessoas possuem esse nível de riqueza.

Há alguns dias o Congresso do país aprovou a ideia por uma ampla maioria. Vale lembrar que por lá a grande maioria dos deputados é do Movimento Ao Socialismo (MAS). É portanto o partido do presidente Luis Arce e do ex-presidente, Evo Morales.

Arce acabou de vencer as eleições presidenciais do país ainda em primeiro turno com muita facilidade. Por isso, a esquerda voltou ao poder no país. Na campanha, ele prometeu que criaria esse imposto. Ele foi ministro da economia ainda no governo de Morales.

Em tese, as 152 pessoas que possuem mais de US$4,3 milhões pagarão taxas diferentes do imposto. Dessa forma, quem tem mais dinheiro vai pagar mais. Quem tem menos dinheiro vai pagar menos.

No Twitter, Arce anunciou a assinatura do projeto e disse que ele é anual e permanente. Disse ainda que o projeto vai permitir uma “distribuição da riqueza pelo país”. A estimativa é que o Governo arrecade muito dinheiro com esse projeto.

Imposto na Bolívia

O Ministro da Economia, Marcelo Montenegro, disse que essa é uma medida normal. Isso porque, ainda na visão dele, vários países estão seguindo esse mesmo caminho. Recentemente, a Argentina aprovou um imposto parecido para ricos.

Quem não gostou nada desse projeto foi a oposição. Os deputados de centro-direita e de direita disseram que é perigoso colocar esse dinheiro nas mãos do estado. Eles disseram ainda que ninguém vai querer levar investimentos para a Bolívia depois desse imposto.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.