Bloomberg afirma que vai fazer doação milionária para campanha de Biden

O ex-prefeito de Nova York disse que vai depositar cerca de 100 milhões de dólares para "ajudar Biden vencer Donald Trump" nas eleições

0

O ex-prefeito de Nova York, Mike Bloomberg, anunciou que vai fazer uma doação milionária para a campanha do democrata Joe Biden. Ele afirmou que irá fazer esse depósito sobretudo no estado da Flórida, que é um dos mais importantes da corrida.

De acordo com o próprio Bloomberg, essa doação seria no valor de 100 milhões de dólares. A ideia é ajudar Biden a vencer e pegar todos os 29 delegados do estado. Desde 1924, todos os presidentes norte-americanos venceram na Flórida.

A Flórida é uma espécie de estado pêndulo. Ou seja, não tem uma inclinação democrata ou republicana. Há duas eleições, o estado ajudou Barack Obama a vencer a sua reeleição. Mas há 4 anos, o mesmo estado registrou uma vitória de Donald Trump.

E é por isso que as atenções se voltam para lá. De acordo com as informações oficiais, Mike Bloomberg está de olho em injetar dinheiro para conquistar os votos do eleitorado latino. Pesquisas recentes mostram que esse eleitorado está pendendo para Donald Trump no estado.

Seja como for, o fato é que todas as pesquisas de opinião mostram diferenças mínimas seja para Trump ou para Biden. Essas diferenças não passam de 3 pontos percentuais. Em 2016, Trump venceu Hillary no estado com uma diferença de 1,2% dos votos totais.

Bloomberg e Trump

De acordo com as informações oficiais, a fortuna de Mike Bloomberg é hoje 17 vezes maior que a fortuna de Donald Trump. Seja como for, essa fortuna não ajudou o primeiro a conseguir a nomeação democrata.

O próprio Trump já fez piada com essa situação. O presidente apelida o ex-prefeito de Nova York como “Mini-Mike”. De acordo com os dados oficiais, Bloomberg gastou cerca de 1 bilhão de dólares em sua campanha nas primárias. Mas após forte rejeição, retirou a sua candidatura após alguns dias de campanha.

Entre outras coisas, Bloomberg responde diariamente por acusações de racismo e de abuso sexual. Ele nega as acusações. Mas o fato é que elas existem e foram responsáveis pelo fracasso de sua candidatura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.