Biden faz homenagem no dia que os EUA batem 500 mil mortos por Covid

Presidente dos Estados Unidos participou de cerimônia ao lado da sua vice-presidente, Kamala Haris. EUA bateram 500 mil mortos

0

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, participou de uma cerimônia de homenagem aos mortos pela Covid-19 em seu país. Nesta segunda-feira (22), os EUA atingiram a marca de 500 mil vítimas fatais por causa da doença.

A homenagem aconteceu na frente da Casa Branca. De preto, a cor oficial do luto, Biden estava ao lado da sua esposa, Jill Biden. Quem também estava lá participando do momento foi a vice-presidente, Kamala Harris, e o seu esposo, Doug Emhoff.

Este evento aconteceu na segunda (22) mesmo. Os presentes falaram pouco e quase não responderam perguntas da imprensa. O país de Biden já registra também mais de 28 milhões de casos do novo coronavírus.

“É um número insondável, mas cada um representa uma família que nunca mais será inteira. Para aqueles que perderam entes queridos: não sei que palavras podem amenizar a dor, mas espero que vocês encontrem algum consolo em saber que a nação sofre com vocês”, disse Biden no Twitter.

“As famílias americanas perderam mais de 500 mil filhos e filhas, mães e pais para a covid-19. Hoje e todos os dias, estamos nos lembrando deles e lutando por eles”, disse Kamala Harris em sua conta oficial na mesma rede social.

Homenagem nos Estados Unidos

De acordo com os dados mais recentes, os EUA possuem mais de 330 milhões de habitantes. Isso é bem menos do que países como a Índia ou a China. Seja como for, o país de Biden é o recordista em números de mortos em todo o mundo.

O segundo é o Brasil, que é apenas o quinto país mais populoso do mundo. Os dois países são recordistas no número de mortes. No nosso caso, o Brasil já registra mais de 250 mil mortos pela Covid-19. É um número que supera os maiores desastres da história do país.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.