Bicho-de-pé: o que fazer?

0

O bicho-de-pé é um pequeno parasita causado por um tipo de pulga denominada Tunga Penetrans, que penetra na pele, principalmente dos pés, onde se desenvolve rapidamente e pode viver por vários dias.

Em outras palavras, ele entra em sua pele para se alimentar e colocar os seus ovos. Por isso, andar descalço, principalmente em ambientes com areia seca, pode acabar com a saúde dos pés de qualquer um.

Desse modo, use e abuse do uso de sandálias e chinelos, não aglomere e sempre usa máscara.

Contaminação

A contaminação do bicho-de-pé ocorre quando a pessoa pisa no solo contaminado sem proteção nos pés. Dessa forma, a larva penetra na pele e migra para a epiderme formando pequenos túneis tortuosos e avermelhados, às vezes associados a vesículas.

Sintomas causados pelo bicho-de-pé

Neste sentido, os principais sintomas são: erupção na pele; ponto preto no centro e branco à volta; coceira; dor e desconforto; vermelhidão; presença de secreção transparente ou amarelada (em casos de inflamação ou infecção local).

Por isso, devemos estar atentos aos locais onde habitam os ovos e parasitas que causam bicho-de-pé, principalmente: solos com areia e pouca luminosidade, parte fofa da areia nas praias, tanques de areia em parques, chiqueiros ou a montes de esterco.

A pulga mede cerca de 1 mm e pode, também, estar nos pelos de cães e gatos, se alimentando do seu sangue.

Diagnóstico

O diagnóstico do bicho-de-pé costuma ser clínico, com base nos sintomas da pele, como erupção cutânea avermelhada e coceira, que são muito característicos deste problema. Além disso, o histórico do paciente com o contato com solo ou areia contaminados podem ser determinantes para identificação do problema.

Tratamento para retirada do bicho-de-pé

  • Crioterapia
  • Medicamentos antiparasitários tópicos. Exemplo, pomadas ou cremes
  • Medicamentos antiparasitários orais
  • Remoção por pinça
  • Remoção por curetagem, caso o bicho de pé esteja cheio de sangue e não possa ser removido apenas com pinça.

Sobretudo, é sempre importante ficar de olho em qualquer coisa anormal que aconteça com seu corpo! Em caso de dúvidas ou suspeitas de bicho-de-pé, procure um podólogo para iniciar o tratamento.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.