Belo desiste de show em casamento de jogador, após a informação vazar

O cantor já foi preso por fazer um show clandestino no Rio de Janeiro

0

Belo não quer se arriscar! Após ser preso por fazer um show clandestino no Rio de Janeiro, em fevereiro deste ano, o cantor desistiu de se apresentar no casamento do jogador Douglas Costa,    após a informação vazar pelo site Extra, na última terça-feira (11).

Filho de Mayra Cardi não quer volta da mãe com Arthur Aguiar

O músico animaria a festa de casamento do atual jogador do Bayern de Munique, na Alemanha, com a estudante Nathália Felix, que ocorrerá no dia 1º de junho, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Todos os convidados da cerimônia foram orientados a manter segredo sobre a festa, apesar de realização de testes contra a Covid-19. Neymar teria sido, inclusive, convidado para ser um dos padrinhos do atleta.

Belo, após ser preso por shows clandestinos durante a pandemia da Covid-19, decidiu desistir da festança e será substituído pelo grupo de pagode, Menos é Mais.

Relembre a prisão de Belo

Belo foi preso na tarde da no dia 17 de fevereiro, em operação comandada pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil, após dar um show com aglomeração no interior do CIEP 326 – Professor César Pernetta, no Parque da União, complexo da Maré no Rio de Janeiro no dia 13.

O cantor prestou um testemunho na Polícia Civil sobre a situação, já que o show não teve autorização da Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC). A investigação virou a operação intitulada ‘É o que eu mereço’, para cumprimento de quatro prisões preventivas e cinco de busca e apreensão.

Além do cantor, os produtores da Gold, que organizaram o evento e Alvarenga, o chefe do tráfico do Parque da União também foram presos preventivamente. Belo manteve sua inocência ao ser alvo de investigação e disse ter seguido todos os protocolos contra a Covid-19 para o show.

Belo foi liberado na manhã no dia 18 de fevereiro da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, em fiança de R$65 mil. O cantor, tanto em entrevista quando em suas redes sociais, culpou a produtora Gold de toda a situação, apesar de ter emitido a Nota Fiscal do evento apenas dias depois.

Após o escândalo, o cachê de Belo caiu em mais de R$50 mil. 

 

 

Veja também: Gabriel Medina defende Yasmin Brunet após entrevista da mãe: “Caráter”

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.