Batida entre ônibus e caminhão deixa 7 pessoas mortas e 34 feridas

O ônibus saiu do Pará e seguia rumo ao Rio Grande do Sul, mas uma batida com um caminhão interrompeu a viagem e a vida de ao menos sete pessoas

1

Mais uma colisão entre um ônibus e um caminhão causou consequências irreversíveis. Desta vez, o acidente aconteceu próximo à cidade de Parapuã, no interior de São Paulo, deixando 7 mortos e 34 feridos.

De acordo com as informações, a batida aconteceu na noite desta segunda-feira (21) quando um ônibus, que saiu do Pará, com destino ao Rio Grande do Sul, colidiu com um caminhão na Rodovia Assis Chateaubriand (SP).

Segundo as equipes do Corpo de Bombeiros da região que trabalharam no resgate das vítimas, dos feridos, 14 foram socorridos em estado grave.

Batida entre ônibus e caminhão deixa 7 pessoas mortas e 34 feridas
O ônibus saiu do Pará e seguia rumo ao Rio Grande do Sul, mas uma batida com um caminhão interrompeu a viagem e a vida de ao menos sete pessoas. (Foto: reprodução)

Vítimas do acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária, as primeiras vítimas identificadas são dois irmãos que estavam no caminhão. Um é o motorista, Donizete Alexandre dos Santos Filho, de 30 anos, e o outro é Bartogaleno Alexandre dos Santos, de 33 anos.

Até o momento, não foram divulgadas informações sobre o número de passageiros e nem sobre a identidade das vítimas que estavam no ônibus.

Em nota, a Santa Casa de Misericórdia de Osvaldo Cruz (SP) informou que 21 vítimas do acidente foram atendidas na unidade. Já os outros acidentados foram encaminhados para hospitais em Parapuã, Tupã e Marília.

Na última a atualização do acidente, constatou-se que, dos 21 pacientes atendidos na cidade de Osvaldo Cruz, seis continuam internados, seis em observação e dois foram transferidos para Marília, enquanto os demais foram liberados.

Já na Santa Casa de Parapuã, dez pessoas receberam atendimento médico, três tiveram alta e sete pacientes foram transferidos para Marília. Em Tupã, a Santa Casa recebeu cinco vítimas e todas continuam internadas. As circunstâncias ou causas do acidente serão investigadas.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram para acompanhar todas as notícias!

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.