Bandidos invadem pronto-socorro em MG e matam dois adolescentes que estavam no local

Para matar as vítimas, os suspeitos entraram no hospital e afirmaram que eram da família dos adolescentes

0

Bandidos invadiram uma unidade de saúde na cidade de Itabira, na Região Central de Minas Gerais, na noite de segunda-feira (17), e mataram dois adolescentes de 17 anos. De acordo com as informações da Polícia Civil, o crime aconteceu enquanto os dois aguardavam em uma sala para serem transferidos para o bloco cirúrgico quando os atiradores invadiram o local e executaram os dois em frente a outros internados e funcionários.

Ainda conforme a corporação, os adolescentes haviam se envolvido em uma troca de tiros antes de serem mortos e, por isso, recebiam atendimento médico. Quando a viatura que levou os suspeitos para o hospital saiu do local, dois criminosos chegaram a unidade e, alegando que eram parentes do adolescente, entraram.

Instantes depois, a dupla atirou nos adolescentes e saiu do hospital em um Fiat Uno, que estava com mais três pessoas. Após a execução, quatro pessoas foram presas e uma conseguiu fugir.

Para matar as vítimas, os suspeitos entraram no hospital e afirmaram que eram da família dos adolescentes.
Para matar as vítimas, os suspeitos entraram no hospital e afirmaram que eram da família dos adolescentes. (Foto: reprodução)

“A Polícia Civil tomou conhecimento da troca de tiros envolvendo quatro indivíduos. Eles estariam em duas motocicletas e integrariam, ao que tudo indica, o tráfico de drogas da localidade. Dois desses indivíduos teriam sido alvejados e conduzidos ao hospital. Momentos depois, indivíduos fortemente armados ingressaram no hospital e ceifaram a vida desses dois hospitalizados”, explicou o delegado Renato Zanco.

De acordo com a Polícia Civil, mesmo com o susto, e apesar de alguns funcionários terem deixado o plantão mais cedo, o hospital continuou normalmente os atendimentos. Conforme a corporação, suspeitos presos tem idades entre 20 e  23 anos e foram autuados em flagrante por homicídio qualificado.

“Com eles, os agentes da Polícia Civil também apreenderam veículos, armas de fogo e outros objetos que, segundo a entidade, foram encaminhados para exame pericial”, explicou Renato Zanco, finalizando que a “investigação segue em andamento para a apuração completa do crime, incluindo a identificação de todos os envolvidos, bem como a motivação e as circunstâncias dos fatos”.

Leia também: Caseiro suspeito de matar mulher, enteada e fazendeiro é encontrado morto em cadeia de Goiás

5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.