Baixo nível de reservatórios no Brasil preocupa especialistas

Com baixo nível de chuvas, especialistas projetam cenário preocupante para 2021. Isso pode ter impacto na conta de luz do brasileiro

1

Um cenário preocupante. É isso o que os especialistas falam quando projetam o nível de reservatórios de água no país. Com a baixa quantidade de chuvas no Nordeste, no Sudeste e no Sul, esse nível pode baixar ainda mais.

De acordo com as informações oficiais, o Sistema Cantareira está hoje com 34,9% de sua capacidade. Esse, é bom lembrar, é o Sistema que abastece quase 8 milhões de pessoas na Grande São Paulo.

No ano passado, a capacidade estava na casa dos 40%. A queda não é episódica. De acordo com os especialistas, o nível atual é o menor desde 2015 quando a seca foi recorde. E as projeções para os próximos meses não são nada boas.

De acordo com o Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), a previsão de chuvas é baixa. A tendência é que se a média histórica se repetir, o Cantareira vai chegar em fevereiro com 45% de nível.

Isso é portanto bem menor que a marca de fevereiro de 2019. Lá, a marca para fevereiro no Cantareira foi de 59%. Assim, nós estamos falando de uma queda grande. Isso acontece por causa da La Niña e do aquecimento das águas do Atlântico.

Crise nos reservatórios

Na prática, isso pode ter influência direta no valor das contas de energia de 2021. É que além de influenciar os reservatórios, a falta de chuva acaba influenciando também o baixo nível das hidrelétricas do país.

É o caso, por exemplo, de Usina de Itaipu. Agora em dezembro, os moradores estão tendo que pagar uma taxa de bandeira vermelha. Isso significa que eles estão pagando o valor mais alto possível e pelas projeções isso não deve mudar.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.