Auxílio Emergencial: Prorrogação com 3 parcelas está bem encaminhada segundo Ministro Onyx Lorenzoni

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

O chefe da Secretaria Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, declarou em entrevista ao Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, que a prorrogação do auxílio emergencial pode ser confirmada ainda esta semana e segundo ele a decisão com a extensão de 3 parcelas está “bem encaminhada” e só depende da palavra final de Jair Bolsonaro.

Ao ser questionado se os valores serão de fato os que têm sido veiculados nas mídias, o ministro indicou que os atuais devem ser mantidos: “Essa decisão está bem encaminhada. Eu acredito que ao longo dessa semana o anúncio poderá ser feito”.

Em paralelo à prorrogação do auxílio emergencial, o governo trabalha em um novo formato do Bolsa Família. De acordo com o ministro Onyx Lorenzoni, a ideia é elevar o piso médio dos atuais R$ 192 para perto de R$ 300.

“O desejo é que ele chegue o mais próximo possível dos 300 reais como o ticket médio, pois existem várias nuances de composição familiar. O desejável é que na média, a família que ganha menos e a família que ganha mais, a gente atinja esse valor”, disse. O ministro lembrou que atualmente o ticket médio é de R$ 192 e reforça que o objetivo é ampliar e oferecer melhores condições.

O ministro defende que o programa precisa ser visto como uma alternativa de libertação das pessoas, que seja um programa de emancipação verdadeira. Ele cita que o programa fará o atendimento básico, mas terá várias portas de saída e comenta que uma delas será através da empregabilidade por meio de operadores de mão de obra com a garantia de que as pessoas permanecerão no programa.

Hoje o limitador é que se a pessoa sai para trabalhar e eventualmente alguns meses depois da carteira assinada, perde o seu emprego, ela não retorna ao programa, ela volta para a fila do programa, por isso o ministro declara que trabalham no sentido da permanência no programa, até que a pessoa seja completamente independente da assistência de um programa social, que ela possa viver do seu próprio esforço.

Onyx comentou ainda sobre o auxílio-creche já anteriormente veiculado e sobre as bolsas para atletas. Ele conclui que o programa é muito mais amplo do que apenas uma transferência de renda para garantir uma sustentabilidade mínima para as famílias.

Confira também: Prorrogado o prazo para entrega de cartões de auxílio de R$200; saiba até quando

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.