Auxílio emergencial pode chegar a R$ 1000, confira se tem direito

0

A PEC emergencial deve ser assinada na próxima quinta-feira (25) e, após isso, deve entrar em vigor o novo auxílio emergencial. Ainda não se sabe qual será o valor específico, mas o dito pela mídia é que serão 4 parcelas de R$ 250, totalizando a faixa de R$ 1000. Pode ocorrer do valor ser decrescido e começar com R$ 250 e mudar para R$ 200. 

A PEC emergencial deve ser aprovada para que haja alguns cortes governamentais. O intuito inicial do Ministério da Economia era de criar um imposto que pudesse financiar o valor. Contudo, tanto Arthur Lira quanto Rodrigo Pacheco foram contra a decisão. Após isso, o planejamento seria cortar o salário dos servidores em 25%, mas os estudos comprovaram que essa medida teria o poder de reduzir o PIB brasileiro. 

Leia mais: Em SP, 320 mil vulneráveis ficarão de fora do Auxílio Municipal

Alguns políticos de esquerda como Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo,  argumentaram que o valor deveria ser de R$ 600 e seria fornecido até que toda a população fosse vacinada. Entretanto, segundo os estudos realizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacinação deve terminar apenas no ano de 2024. 

Auxílio emergencial impediu que as empresas quebrassem

O auxílio emergencial usou 4% de todo o PIB de 2020, mas fez com que as pequenas se mantivessem vivas durante a pandemia. Os beneficiários gastavam o dinheiro em varejistas ou pequenos mercados e isso fez com que não sentisse tanto impacto na pandemia. Foi graças ao benefício que o PIB não caiu de forma considerável no ano passado. 

Nesta volta, acredita-se que a quantidade de beneficiários caia pela metade, variando entre 30 e 40 milhões de cidadãos. Para receber, é necessário seguir alguns requisitos como não estar recebendo outros benefícios do governo ou seguro-desemprego. 

Leia mais: Relator defende Auxílio Emergencial fora do teto de gastos

Já foram descobertos inúmeros casos de fraudes cometidas em que foram ocultados os valores que recebiam trabalhando autônomo para que pudessem se tornar beneficiados. Pensionistas e militares também chegaram a ganhar o auxílio emergencial em 2020 e terão que devolver o valor através de uma GRU. 

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.